Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Poirier assina contrato para realizar trilogia contra McGregor no UFC 264

Com a aposentadoria definitiva de Khabib Nurmagomedov, o cenário do peso-leve (70 kg) começa a ficar claro. Charles ‘Do Bronx’ e Michael Chandler vão disputar o cinturão vago da categoria no UFC 262 e outro importante combate está está nos planos da organização. De acordo com a ‘ESPN’ americana, Dustin Poirier assinou o contrato para enfrentar Conor McGregor na edição de número 264, que acontece no dia 10 de julho. Apesar de ainda não ter local definido, a imprensa especializada especula que o show seja aberto ao público.

A trilogia entre McGregor e Poirier é uma das maiores da história do MMA. Além de ser um encontro rentável para todas as partes, reúne dois atletas de alto nível e populares. A curiosidade é que os protagonistas se anteciparam aos matchmakers e casaram o embate logo após a revanche válida pelo UFC 257, que aconteceu em janeiro, em Abu Dhabi (EAU). O placar da rivalidade entre a dupla está empatado. No primeiro encontro, realizado em 2014 e no peso-pena (66 kg), o irlandês nocauteou em menos de dois minutos de luta. Contudo, o americano deu o troco da mesma forma, no segundo round.

Dustin Poirier, de 31 anos, é um dos lutadores mais condecorados no peso-leve do MMA. O americano se tornou campeão interino da categoria ao vencer Max Holloway pela segunda vez e superou nomes importantes do esporte. Além de Conor McGregor e Holloway, ‘The Diamond’ venceu Anthony Pettis, Dan Hooker, Eddie Alvarez, Justin Gaethje, entre outros. Atualmente, o atleta ocupa a primeira posição no ranking da divisão.

Conor McGregor, de 32 anos, é o principal nome do UFC e possui uma legião de fãs. O irlandês estreou na companhia em 2013, se transformou em um fenômeno e conquistou o cinturão do peso-pena e do peso-leve. Além de Dustin Poirier, seus triunfos mais importantes foram sobre Chad Mendes, Donald Cerrone, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. Derrotado por ‘The Diamond’, ‘Notorious’ passou a ocupar a sexta posição no ranking da categoria.

Mais em UFC