Siga-nos

UFC

Nick Diaz trava batalha emocionante, mas é nocauteado em seu retorno ao UFC

Grande estrela do UFC e um dos lutadores mais polêmicos da história do MMA, Nick Diaz retornou ao octógono neste sábado (25) após mais de seis anos de inatividade. E para seu retorno, o evento escalou Robbie Lawler, atleta nocauteado por Diaz em 2004. No entanto, a revanche contou com um resultado diferente.

Longe do ápice de sua forma, Diaz sentiu a falta de ritmo de luta e, após travar dois assaltos disputados e violentos, foi superado pelo rival, ex-campeão da categoria dos meio-médios (77 kg), que manteve o ritmo do início ao fim. Sem poder continuar no combate, Diaz viu o árbitro interromper a disputa e decretar o empate no placar entre os veteranos.

A luta

Depois de um início incomum, quando errou um chute rodado e sofreu com diversos golpes da curta distância, Nick Diaz travou uma guerra no assalto inicial. Com mais de 100 golpes aplicados por cada um dos atletas, o confronto foi equilibrado e foi favorável ao irmão mais velho de Nate no detalhe, pela versatilidade de suas combinações que incomodaram o ex-campeão. Diaz 10 x 9 Lawler.

Na etapa seguinte, a contundência dos ataques de Lawler e o constante domínio do centro do octógono obrigaram Nick a caminhar para trás – mas sem parar de atacar. Em nova batalha com grande volume de ataques, o Robbie impôs seu estilo e mostrou que o ritmo de combate fazia a diferença nesse momento do confronto. Diaz 19 x 19 Lawler.

No terceiro round, após nova troca franca de golpes, Robbie balançou o rival com um cruzado de direita. Após a acusar o golpe, Nick deitou em tentativa de fechar a guarda, mas o oponente recusou e se levantou. Nick, no entanto, não pôde continuar e, ao não levantar, viu o árbitro interromper a disputa, decretando o nocaute técnico.

Acompanhe os resultados do UFC 266:


Robbie Lawler nocauteou Nick Diaz no 3º round;
Curtis Blaydes venceu Jairzinho Rozenstruik por decisão unânime;
Jéssica ‘Bate-Estaca’ nocauteou Cynthia Calvillo no 1º round;
Merab Dvalishvili nocauteou Marlon Moraes no 2º round;
Dan Hooker venceu Nasrat Haqparast por decisão unânime;
Chris Daukaus nocauteou Shamil Abdurakhimov no 2º round;
Taila Santos venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime;
Jalin Turner finalizou Uroš Medić no 1º round;
Nick Maximov venceu Cody Brundage por decisão unânime;
Matthew Semelsberger nocauteou Martin Sano Jr. no 1º round;
Jonathan Pearce finalizou Omar Morales no 2º round.

Mais em UFC