Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Nate Diaz casa luta Chimaev vs McGregor e provoca: “Preciso dessas p**** saudáveis”

Nate Diaz não está mesmo disposto a ter Khamzat Chimaev como adversário no UFC. Após recusar lutar contra o sueco na maior organização de MMA do mundo, agora, o veterano surpreendeu e decidiu ser ‘matchmaker’ por um dia, ao casar um combate entre ‘Borz’ e Conor McGregor, seu eterno rival.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui e aqui), Nate classificou o embate entre Chimaev e McGregor como uma das lutas a se fazer no UFC. Não satisfeito, o ‘bad boy’ americano minimizou as habilidades dos desafetos, como não poderia ser diferente, ofendeu ambos e deu a entender que assistiria ao hipotético confronto de camarote.

Vale destacar que o veterano possui apenas uma luta em seu contrato com o UFC e aguarda o adversário ideal para fechar seu ciclo na empresa. Inclusive, o último oponente de Nate pode ser, justamente, ‘Notorious’, já que a rivalidade entre eles está empatada. Por outro lado, por mais que Chimaev o desafie de forma constante e pública e Dana White tenha aprovado o possível embate, o americano negou encarar um atleta que ainda busca seu espaço na organização.

“Deixe McGregor lutar com Chimaev, que é uma grande luta a se fazer. Ele precisa de um cara novo e fácil para lutar de qualquer maneira para que possa voltar e ver se ainda consegue lutar. Ótima ideia, Nate. Obrigado. Será uma boa luta. Boa sorte para vocês dois e fiquem seguros por aí. Preciso de vocês dois, suas p****, saudáveis e fortes para este aqui”, escreveu o ‘bad boy’ em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Nate Diaz, de 36 anos, é um dos lutadores de maior popularidade no MMA atual, mas vive má fase. O atleta perdeu três das últimas quatro lutas que disputou, sendo a mais recente realizada em junho, contra Leon Edwards. Ao menos, o americano voltou a ficar ativo no UFC, já que não atuava desde 2019. Seus principais triunfos no esporte foram diante de Anthony Pettis, Conor McGregor, Donald Cerrone, Gray Maynard, Jim Miller, Melvin Guillard, Michael Johnson e Takanori Gomi.

Mais em UFC