Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Miesha Tate aprova atuação no UFC e reverencia Ketlen: “Doce e merecedora”

O sonho que Miesha Tate tinha de acertar as contas com Amanda Nunes no UFC foi adiado. Na edição ‘Vegas 43’, realizada no último sábado (20), a ex-campeã do peso-galo (61 kg) enfrentou Ketlen Vieira no ‘main event’ e acabou derrotada na decisão unânime dos juízes. Apesar do revés ter impedido, ao menos momentaneamente, sua subida no ranking da categoria, a americana não lamenta o resultado adverso.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Miesha destacou que enxergou pontos positivos na derrota para Ketlen, garantiu que não está frustrada por perder pela primeira vez após seu retorno ao MMA e que vai permanecer em atividade. Vale lembrar que a americana se afastou do esporte em 2016 e voltou a atuar cinco anos depois, ou seja, em julho de 2021.

Em seu segundo combate na atual temporada, ‘Cupcake’, conhecida por ter um bom jogo de grappling, surpreendeu, apostou na trocação contra a brasileira e, mesmo machucada no duelo, resistiu até o final. Apesar do duro revés, a atleta aprovou a experiência e fez questão de enaltecer a algoz por sua qualidade no octógono e pela postura exemplar fora da luta.

“A perspectiva é a chave! 16 meses atrás, esta era eu, dando à luz ao meu segundo filho, em casa. Deslize para a direita e esta era eu no sábado à noite, lutando no evento principal do UFC por cinco rounds contra uma mulher top-10 do peso-galo e incrível que é Ketlen! Eu não estou triste. Pela primeira vez em minha carreira, fiquei trocando golpes por quase todos os 25 minutos. Não estava desesperada por quedas como antes”, escreveu a ex-campeã do UFC, antes de completar.

“Perdi a decisão, mas fiz coisas que nunca fiz e acredito que melhorei muito meu jogo de trocação. Acho que foi uma luta acirrada, tentei forçar a ação e sofri danos nos últimos rounds, mas não me arrependo de nada! Simplesmente, não podemos evoluir a menos que trabalhemos para fortalecer nossas fraquezas! Lembre-se disso. Eu também não poderia ter perdido para uma mulher mais doce e mais merecedora, então, saúde para Ketlen. Por favor, dê um pouco de amor para essa mulher”, concluiu.

Miesha Tate, de 35 anos e oitava no ranking do peso-galo do UFC, é um dos pilares da consolidação do MMA feminino e um dos nomes mais populares do esporte. Além dos feitos que conquistou em sua carreira, a americana também ficou conhecida por sua rivalidade com Ronda Rousey. ‘Cupcake’ iniciou sua trajetória na modalidade em 2007 e foi campeã do Strikeforce e do UFC. Seus triunfos de maior destaque foram diante de Holly Holm, Liz Carmouche e Marloes Coenen.

Mais em UFC