Siga-nos
Louis Grasse / PX Images

UFC

McGregor exalta duelo entre Tyson Fury e Deontay Wilder para provocar Poirier

Mesmo de longe das apresentações de boxe, Conor McGregor sempre está atento ao que acontece na modalidade. Por isso, o irlandês não perdeu a oportunidade de comentar o grande duelo na nobre arte que aconteceu no último sábado (9). Em evento realizado em Las Vegas (EUA), Tyson Fury nocauteou Deontay Wilder e manteve o cinturão mundial da WBC (Conselho Mundial de Boxe) e sua invencibilidade no esporte após 32 lutas.

Através de suas redes sociais (clique aqui ou aqui ou veja abaixo), o irlandês exaltou a performance de ambos os atletas, principalmente Wilder, por enfrentar um adversário mais pesado e, em certo momento no combate, ficar perto do triunfo. Mas além disso, ‘Notorious’ usou este confronto para provocar Dustin Poirier, seu último algoz no UFC.

“Foi uma grande luta, dois guerreiros e dois vencedores. Difícil não se impressionar com o que Deontay fez. Enfrentou um cara muito maior e quase conseguiu. Grande luta, mas 40 libras (aproximadamente 18 kg) é muita diferença de peso. Jogo limpo dos dois lá dentro, lutas muito divertidas que fizeram juntos. Respeito”, afirmou o lutador, emendando.

“O nível de habilidade deles é único, mas muito parelho. Uma grande trilogia de pesos-pesados. Eu adoro quando (a luta) é definida com certeza e ambos têm uma atuação honrosa. Sem a família no ringue com uma comemoração falsa dentro do ringue depois de uma lesão anormal etc etc. Vocês conhecem o show. Deus abençoe os verdadeiros nesse mundo”, concluiu o o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do UFC.

Vale lembrar que a bronca de McGregor foi em decorrência do seu no último duelo contra Poirier, em julho deste ano, quando americano saiu vitorioso após o irlandês quebrar o tornozelo. Na ocasião, o ‘Diamond’ saiu comemorando ainda dentro do octógono enquanto o rival estava caído no chão e recebendo atendimento dos médicos do UFC.

Mais em UFC