Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Matt Brown testa positivo para COVID-19 e está fora da luta contra Barberena

A COVID-19 segue fazendo estrago no UFC. Agora, Matt Brown foi quem contraiu a doença. Sendo assim, após testar positivo para o vírus, o veterano dos meio-médios (77 kg) ficou impossibilitado de lutar contra Bryan Barberena na edição ‘Vegas 44’, que acontece no dia 4 de dezembro. A informação foi divulgada pelo próprio atleta.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui e aqui), Brown se mostrou surpreso por testar positivo para a COVID-19 e atualizou seu estado de saúde. Apesar de ter uma idade avançada para praticar esportes de combate, o veterano atuaria pela terceira vez na atual temporada e lamentou o fato de não estar em condições para encarar Barberena. Ainda não se sabe se o UFC vai remarcar o duelo ou escalar outro oponente para o ‘Bam Bam’ permanecer no evento.

“Dia de m**** hoje, testei positivo para a COVID-19, então minha luta no próximo fim de semana está cancelada. Passei mal no fim de semana, mas agora me sinto melhor na maior parte do tempo. Perdi o olfato hoje. Fiz uma corrida lá fora hoje e os pulmões queimaram um pouco. Pensei que talvez fosse apenas o ar frio, mas talvez ainda esteja doente. Vou superar isso rapidamente e partir daí”, escreveu o veterano em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Matt Brown, de 40 anos, é um dos lutadores mais selvagens do UFC. No MMA desde 2005, o americano venceu 23 lutas, sendo 21 pela via rápida, e perdeu 18 vezes. Apesar do cartel irregular, ‘The Immortal’ é dono de estatísticas impressionantes nos meio-médios da companhia. O veterano é o atleta que mais atuou na categoria (28), que mais nocauteou (12) e o que mais vezes venceu pela via rápida (14). Seus triunfos de maior destaque foram sobre Diego Sanchez, Dhiego Lima, Douglas Lima, Erick Silva, Stephen Thompson e Tim Means.

Mais em UFC