Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Mas já? Daniel Cormier compara feitos de Kamaru Usman aos de Georges St-Pierre

Após vencer no UFC 258, Kamaru Usman exigiu ser respeitado pela comunidade do MMA e começou a ser reconhecido por personalidades do esporte. No evento realizado no último sábado (13), em Las Vegas (EUA), o campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC, nocauteou Gilbert ‘Durinho’ no terceiro round, defendeu o cinturão da categoria pela terceira vez e quebrou o recorde de vitórias consecutivas de Georges St-Pierre na divisão (13 contra 12). Os feitos do nigeriano impressionaram Daniel Cormier, que fez uma comparação ousada.

De acordo com o ex-campeão do UFC e atual comentarista da organização, Usman, em breve, pode superar ‘GSP’ como o maior nome da história dos meio-médios. Cormier justificou sua posição ao citar que o MMA é um esporte em constante transformação e que a qualidade dos profissionais evolui com o passar do tempo. Vale lembrar que o canadense defendeu o cinturão da categoria nove vezes, contra três do atleta número um.

“Não acho que devemos nos basear em números. O jogo é diferente hoje. Você não pode dizer que Adesanya não pode superar Anderson até ele conseguir 15 defesas de cinturão. Não acho que seja tão simples. Não sei dizer isso sem soar mal, mas algumas das defesas de cinturão de Anderson não estão no mesmo nível que os lutadores que Adesanya enfrenta hoje. O jogo evolui. Amo ‘GSP’, mas Covington poderia ser campeão. Estou falando de habilidade. Dez anos no MMA é uma vida. Sei como o MMA funciona. Acredito que ‘GSP’ seja o melhor lutador de todos os tempos, mas, nos meio-médios, Usman está perto. Ele se aproxima pelo nível de competição”, declarou Cormier em seu programa ‘DC & Helwani’ na ‘ESPN’ americana.

É inegável a qualidade dos nomes que Kamaru Usman possui em seu registro profissional. O campeão dos meio-médios do UFC conquistou o título ao dominar Tyron Woodley e defendeu o cinturão ao controlar Jorge Masvidal e nocautear Colby Covington e Gilbert ‘Durinho’. Anteriormente, o atleta passou por Demian Maia, Leon Edwards, Rafael dos Anjos, entre outros. Além disso, ‘The Nigerian Nightmare’ é o vencedor do TUF 21 e permanece invicto pela organização.

Mais em UFC