Siga-nos
UFC/ Divulgação

UFC

Marcos ‘Pezão’ inova e usa a luta agarrada para vencer no UFC Vegas 26

Em duelo que colocava frente a frente dois pesos-pesados nocauteadores, tanto o Marcos ‘Pezão’ como Maurice Green vinham de derrota no octógono e precisavam vencer no UFC Vegas 26, evento realizado neste sábado (8). E o brasileiro levou a melhor após apresentar uma nova versão de si mesmo.

Experiente kickboxer, Pezão foi finalizado em todas as suas cinco derrotas no UFC, fato que o motivou a treinar mais a luta agarrada a ponto de contar com dicas de Marcus ‘Buchecha’, multicampeão de jiu-jitsu. E a mudança deu certo.

Em todos os assaltos, o representante da ‘American Top Team’ derrubou, se posicionou bem por cima, estabilizou posições e golpeou sem parar. Apesar da menor contundência em seus ataques do que o normal, o atleta não sofreu sustos e venceu de forma tranquila nas papeletas dos jurados.

A luta

Sem perder tempo, Pezão encurtou a distância e apostou na potência de seus ataques para tentar desestabilizar Green, que caminhava por todo o octógono para tentar cadenciar o combate. Em uma de suas aproximações, o brasileiro chinchou e derrubou, de onde passou a desferir ataques até o final do assalto. Pezão 10 x 9 Green.

Na etapa seguinte, Pezão aproveitou um ataque do oponente para clinchar nos primeiros segundos, girar e derrubar, já caindo na meia guarda de Green. Por cima, o brasileiro golpeou até o soar do gongo, quando uma confusão quase foi iniciada. Após desferir um soco após o final do assalto, o brasileiro se justificou acusando o rival de machucar seus olhos com os dedos. Ambos foram advertidos pelo árbitro. Pezão 20 x 18 Green.

O terceiro e último round foi basicamente um replay do resto do confronto. Mais forte e dono do centro do cage, o representante da ‘American Top Team’ derrubou e se manteve por cima o tempo inteiro, ativo e golpeando. Vitória tranquila – a sétima do atleta no evento. Pezão 30 x 27 Green.

Acompanhe os resultados do UFC Las Vegas 26:

Marcos ‘Pezão’ venceu Maurice Green por decisão unânime;
Gregor Gillespie  nocauteou Diego Ferreira no 2º round;
Phil Hawes venceu Kyle Daukaus por decisão unânime;
Michael Trizano venceu Ľudovít Klein por decisão unânime;
Jun Yong Park venceu Tafon Nchukwi por decisão majoritária;
Carlston Harris finalizou Christian Aguilera no 1º round.

Mais em UFC