Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Mackenzie revela desejo de desafiar Shevchenko pelo título dos moscas: “Tentar fazer história”

No próximo sábado (9), Mackenzie Dern medirá forças com Marina Rodriguez na luta principal do UFC Vegas 39, em busca de sua quinta vitória consecutiva, que a deixaria próxima de disputar o cinturão peso-palha (52 kg) da organização. E, apesar de ainda não ter atingido o objetivo de se tornar campeã da divisão até 52 kg do Ultimate, a americana naturalizada brasileira já vislumbra uma possível subida de categoria, para se testar diante de uma oponente que, atualmente, parece imbatível no peso-mosca (57 kg).

Em conversa com a imprensa durante o media day do UFC Vegas 39, Mackenzie revelou ter o desejo de se tornar campeã em duas categorias de peso diferentes na liga. Para isso, além de conquistar primeiramente o cinturão dos palhas, a faixa-preta de jiu-jitsu teria que encerrar o reinado no peso-mosca de Valentina Shevchenko, considerada uma das campeãs mais dominantes do Ultimate.

Apesar do complicado desafio, Dern mostra otimismo e aponta o jiu-jitsu como sua principal arma para destronar a lutadora do Quirguistão. Além disso, a brasileira confia na sua evolução física nos últimos tempos, especialmente após iniciar um trabalho com o treinador Rogério Camões, como outro fator fundamental para seu sucesso na categoria de cima no futuro.

“Eu acabei de mudar de empresário, minha agência, então agora eu estou com a ‘Paradigm’, e eu definitivamente estou pensando no longo prazo, que é totalmente diferente de quando eu estreei no UFC – que eu estava apenas aproveitando o hype e curtindo. Agora, eu realmente estou pensando em talvez subir uma categoria de peso depois e me tornar bicampeã, sabe? Constantemente tendo novos objetivos”, revelou Mackenzie, antes de se aprofundar na possível mudança de divisão no futuro.

“Primeiro eu vou tentar conquistar o cinturão no peso-palha (risos). Eu estou trabalhando com Rogério Camões, ele está me deixando mais forte, me sentindo bem. Eu lutei até 125 (libras, 57 kg) antes, mas não era uma Mackenzie muito forte. Era meio que uma Mackenzie um pouco preguiçosa, não tão profissional. Definitivamente estou de olho na Valentina. Ela está com o cinturão há muito tempo. As garotas estão tentando, nós precisamos de alguém para lutar com ela. Talvez, uma garota do jiu-jitsu seja a certa para vencê-la. Quem sabe? Mas, com certeza, eu me vejo subindo para o 125 (57 kg). Mas como uma Mackenzie em forma. A ideia está se tornando cada vez mais atraente para mim, para ir lá e tentar fazer história”, concluiu.

Antes de pensar no título da categoria de cima, Mackenzie Dern foca na sua caminhada rumo ao cinturão peso-palha do UFC. Para se aproximar ainda mais de um ‘title shot’ na divisão até 52 kg, a faixa-preta – que ocupa a quinta posição no ranking – terá que passar pela striker Marina Rodriguez, em um clássico duelo de estilos marcado para liderar o card do UFC Vegas 39, neste sábado.

Mais em UFC