Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Khamzat Chimaev promete massacrar Leon Edwards em retorno ao octógono do UFC

Sensação da temporada 2020 no UFC, Khamzat Chimaev voltará ao octógono no dia 13 de março contra Leon Edwards e o duelo é aguardado com expectativa pelos fãs, já que promete alterar a parte de cima do ranking dos meio-médios (77 kg). Após vencer três lutas na organização liderada Dana White, o sueco escalou a categoria e esbanjou confiança ao ser questionado sobre o atual adversário. Vale lembrar que, atualmente, a promessa do MMA se encontra na 15ª posição na tabela, enquanto o inglês ocupa o terceiro lugar da categoria.

A história envolvendo Chimaev e Edwards é antiga. A dupla estava escalada para se enfrentar em duas ocasiões como ‘main event’ do UFC. A primeira aconteceria no dia 19 de dezembro, porém o inglês foi retirado da ação após testar positivo para COVID-19. Na ocasião, Stephen Thompson aproveitou a oportunidade e dominou Geoff Neal. A segunda foi marcada para o dia 20 de janeiro, na passagem da companhia pela ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), mas dessa vez foi o sueco que saiu de cena pelo mesmo motivo. Sendo assim, Michael Chiesa também tirou proveito da situação e controlou Neil Magny. Agora, Chimaev e Edwards buscam recuperar o tempo perdido pelo afastamento.

“Nunca vi Edwards lutar, só vi destaques do Usman o vencendo. Melhores momentos no ‘YouTube’, algo assim. Se Usman ganhou assim, vou demolir. Ele não tem poder de nocaute e nada de especial. Vou dominar ele e Usman. Quero esmagá-lo, quero destruí-lo. Eu quero tirar sua cabeça e coletar cada cabeça. Tenho nove agora, mas logo terei 10. Depois, continuaremos coletando mais”, disse Chimaev ao site ‘Frontkick Online’.

Khamzat Chimaev, de 26 anos, iniciou sua trajetória no MMA em 2018, disputou nove lutas e venceu todas pela via rápida, sendo seis por nocaute e três por finalização. O sueco estreou pelo UFC em julho, impressionou por atuar três vezes em um período de três meses e por dominar seus adversários. Agora, a promessa tem a chance de se consagrar, já que o encontro com Leon Edwards é apontado como um divisor de águas em sua carreira pelo fato do oponente ser um atleta ranqueado.

Mais em UFC