Siga-nos
Reprodução/ Youtube

UFC

Justin Gaethje revela desprezo por Covington: “Adoraria dar um tapa na cara dele”

A lista dos lutadores que não gostam de Colby Covington parece aumentar a cada dia. O número um do ranking dos meio-médios (77 kg) do Ultimate ficou conhecido por suas declarações polêmicas, principalmente quando fez campanha para o presidente dos Estados Unidos Donald Trump e atacou o movimento ‘Black Lives Matter. E em um dos comícios que fez em apoio ao político, o atleta dividiu o palco com o também lutador do UFC Justin Gaethje, com quem não demonstrou ter animosidades. No entanto, o peso-leve (70 kg) revelou recentemente carregar verdadeiro desprezo por ‘Chaos’.

Na ocasião, Justin posou para uma foto ao lado de Dana White, Henry Cejudo, Ali Abdelaziz, empresário de ambos os lutadores, e Colby Covington. O encontro ocorreu de forma amistosa, apesar do histórico conflituoso entre Covington e Abdelaziz, que já partiram para uma briga em 2018. No entanto, em entrevista no media day do UFC 254, na última quinta-feira (1º), o campeão interino dos leves revelou que a boa impressão transmitida por Colby na campanha eleitoral foi arruinada dias depois, após o meio-médio dar algumas entrevistas.

“Ele fica lá e age como um cara de coração mole, mas quando ele vai para trás de uma câmera é um covarde total e uma pessoa falsa. Nunca conheci alguém tão falso como Colby Covington. Eu provavelmente odeio aquele homem mais do que qualquer um no planeta Terra, exceto pedófilos e assassinos. Eu adoraria dar um tapa na cara dele”, disse o lutador.

No dia 24 de outubro, Justin Gaethje enfrenta Khabib Nurmagomedov em disputa válida pela unificação dos cinturões do peso-leve do UFC. O americano possui 22 triunfos e duas derrotas em seu cartel e vive o melhor momento da carreira, com quatro vitórias seguidas. Já o russo, atual campeão da categoria no Ultimate, segue invicto em sua carreira no MMA profissional após 28 combates disputados.

Mais em UFC