Siga-nos
Diego Ribas/ PXImages

UFC

Jiri Prochazka promete retorno triunfal e desafia futuro novo campeão do UFC

Na última quarta-feira (23), Jiri Prochazka sofreu um duro golpe, mas provou ser um atleta diferenciado ao lidar com o problema. O tcheco estava programado para realizar sua primeira defesa de título dos meio-pesados (93 kg) do UFC, em dezembro, em Las Vegas (EUA), mas sofreu uma grave lesão no ombro e ficou impossibilitado de enfrentar Glover Teixeira na revanche. Podendo ficar afastado por seis meses ou até um ano, ‘Denisa’ decidiu abdicar do cinturão da categoria, em respeito aos demais integrantes dela, porém não perdeu o desejo de ser campeão.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui, aqui e aqui), Prochazka mostra que sua confiança segue inabalável. Invicto no UFC, o tcheco não tem dúvida de que vai superar mais um obstáculo, dessa vez, fora do octógono. Tanto que o atleta promete realizar um retorno triunfal pós-lesão. Com o cinturão dos meio-pesados vago, a liga informa que o vencedor da luta Jan Blachowicz vs Magomed Ankalaev vai ser o campeão linear e Jiri está de olho na dupla.

É bem verdade que o UFC não confirma se ‘Denisa’ vai lutar pelo cinturão dos meio-pesados em seu retorno à ação, uma vez que Glover Teixeira também segue no páreo. Contudo, o atleta, no momento, esquece o veterano e classifica o polonês ou o russo como oponentes ideais. De acordo com Prochazka, o justo seria o UFC programar o duelo dele, ex-campeão da categoria, com o novo detentor do título da divisão para definir o melhor lutador do peso. Fatalmente, o tcheco vai estar sem ritmo de luta em sua volta ao MMA, mas ignora tal problema e crava sua vitória.

“Seu caminho é o título? Me tornei campeão do UFC há 5 meses e a situação atual não muda meu sentimento interior de ser campeão, esse é o sentimento e o motivo pelo qual comecei no MMA. Ser o campeão dos melhores, ser o melhor dos melhores. Esta é a minha infinita motivação, consciência e vontade de agir. Não consigo mover, mesmo que eu force. É como a gravidade, uma lei da física. Se alguém ganhar o título dos meio-pesados UFC e provar que é o melhor agora, enquanto descanso, ficarei honrado em ver esse desempenho e depois me preparar para mostrar quem é o campeão por direito dessa divisão e muito mais, número um peso-por-peso. Agradeço aos meus fãs pelo apoio e confiança. Este é o começo de algo maior. Eu te amo”, escreveu o atleta em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Jiri Prochazka, de 30 anos, protagonizou uma ascensão meteórica no UFC. O tcheco estreou pela companhia em 2020, disputou três lutas e se tornou campeão dos meio-pesados em 2022. Pela organização, ‘Denisa’ nocauteou Volkan Oezdemir, Dominick Reyes e finalizou Glover Teixeira em sequência. No Rizin FF, o atleta nocauteou Bruno Cappelozza, CB Dollaway, Karl Albrektsson, Muhammed ‘King Mo’ Lawal e Vadim Nemkov.

Mais em UFC