Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Ídolo irlandês abre as portas para Conor McGregor na WWE

A derrota que Conor McGregor sofreu para Dustin Poirier no UFC 257, atração realizada no último sábado (23), em Abu Dhabi (EAU), atrapalhou sua trajetória no peso-leve (70 kg), mas não diminuiu sua fama e poder fora do octógono. Afinal, se o irlandês disputou uma luta de boxe com a estrela Floyd Mayweather em 2017, desta vez ele passou a ser alvo da WWE, maior organização de pro-wrestling do mundo. Vale lembrar que o rumor já existia e, de acordo com Stephen Farrelly, mais conhecido como ‘Sheamus’, ganhou ainda mais força.

Em entrevista ao site ‘Digital Spy’, a estrela irlandesa da WWE indicou que McGregor pode integrar a companhia em um futuro próximo. Caso a especulação se confirme, o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) do UFC vai ser mais um atleta de MMA a migrar para o pro-wrestling. Anteriormente, Brock Lesnar, Cain Velasquez, Ronda Rousey, entre outros toparam a aventura. De acordo com ‘Sheamus’, seu compatriota conquistou tudo nas artes marciais e insinuou que a primeira aparição do mesmo na nova casa é apenas uma questão de tempo. Além disso, o veterano destacou que o perfil ousado de ‘Notorious’ possibilita a negociação.

“McGregor foi ligado a WWE algumas vezes. Ele ainda está ativo, ganhou cinturões e fez muita coisa. Acho que ele é aquele tipo de pessoa que está sempre tentando algo diferente. A WWE seria adequada para ele. Muitas pessoas entraram e saíram, Mayweather veio, muitas celebridades e esportistas também. Não acho que as pessoas vão levantar as sobrancelhas se McGregor aparecer na WWE. Não acho que seja se, acho que é uma questão de quando, para ser honesto. Seria ótimo. Ele pode conseguir a luta da sua vida e pode levar alguns tapas aos quais não está acostumado. Se trata de chegar e descobrir um tipo diferente de ambiente”, declarou ‘Sheamus’ que não titubeou ao classificar o pro-wrestling como um esporte que exige mais de seus atletas do que o MMA.

“No UFC, você luta uma ou duas vezes por ano. Na WWE, estamos lutando toda semana. É um mundo diferente e acho que é, definitivamente, mais competitivo e físico. As pessoas não percebem como é difícil”, concluiu.

Conor McGregor, de 32 anos, é o principal nome do UFC e possui uma legião de fãs no esporte. O irlandês estrou na organização em 2013, se transformou em um fenômeno e conquistou o cinturão do peso-pena e do peso-leve. Suas vitórias mais marcantes foram diante de Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. Atualmente, o atleta ocupa a sexta posição no ranking dos leves.

Mais em UFC