Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

UFC

Garbrandt discorda de vitória de Dillashaw e afirma que Sandhagen foi roubado

Ao mesmo tempo que a aguardada luta entre Cory Sandhagen e TJ Dillashaw foi de alto nível, também apresentou um resultado polêmico. No último sábado (24), os tops do peso-galo (61 kg) se enfrentaram no UFC, em Las Vegas (EUA), e o ex-campeão da categoria levou a melhor por decisão dividida dos juízes, porém parte da comunidade do MMA discordou e apontou ‘The Sandman’ como vitorioso. Um dos insatisfeitos com o anúncio foi Cody Garbrandt.

Em sua conta oficial no ‘Twitter’ (veja abaixo ou clique aqui), ‘No Love’ não só contestou a vitória de Dillashaw, como frisou que Sandhagen foi prejudicado pela decisão dos juízes. Após 25 minutos intensos de luta, dois dos três profissionais responsáveis por pontuar o duelo viram ‘Viper’ como superior, mas Garbrandt sinalizou que ‘The Sandman’ aplicou os melhores golpes e buscou o combate. O posicionamento do atleta contra o veterano não surpreende, já que ambos são desafetos. Inclusive, Dillashaw nocauteou Garbrandt duas vezes no UFC.

“Pensei que Cory causou muito mais danos. As quedas não fizeram m**** e controlar a luta na grade não foi um fator decisivo. Cory parecia mais claro e causava mais danos. Sinto por Cory. Essa era sua luta”, escreveu o ex-campeão do UFC em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Por mais que expresse todo seu descontentamento em relação a TJ Dillashaw, curiosamente, Cody Garbrandt vai seguir os passos do rival. O ex-campeão do peso-galo do UFC anunciou que a descida para o peso-mosca (57 kg) consta em seus planos para a sequencia dos eventos, em uma clara tentativa de revitalizar a carreira. Atualmente, ‘No Love’ perdeu quatro das últimas cinco lutas que disputou. Seus principais triunfos no esporte foram diante de Dominick Cruz, Raphael Assunção e Thominhas’ Almeida.

Mais em UFC