Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Fotos mostram dente quebrado de Colby Covington após confusão com Masvidal

Com o desenrolar do processo na Justiça americana, novos detalhes sobre o incidente do dia 21 de março entre Jorge Masvidal e Colby Covington, no qual o primeiro teria agredido o desafeto do lado de fora de um restaurante em Miami (EUA), continuam surgindo. Agora foi a vez do site ‘TMZ Sports’ obter fotografias de ‘Chaos’, retiradas pouco tempo depois do ocorrido, nas quais é possível ver algumas das marcas deixadas pela suposta agressão sofrida por ele.

Em uma das imagens obtidas pelo ‘TMZ Sports’ é possível ver claramente que o meio-médio (77 kg) do UFC sofreu uma fratura em um dos seus dentes (incisivo central superior), que teria sido causada pelos socos desferidos por Masvidal na noite do dia 21 de março. Curiosamente, as fotos foram incluídas no processo como provas pelo advogado de defesa de ‘Gamebred’, Bradford Cohen, nesta segunda-feira (2).

A estratégia do advogado de Masvidal é mostrar que a agressão de seu cliente a Covington teria sido mais ‘leve’ do que o documentado através dos relatórios policiais, alegando que a única lesão visível no corpo do lutador seria o dente – ao qual o profissional se refere como se fosse uma prótese – quebrado. Vale lembrar que, além da já mencionada fratura no dente e dos danos causados por ‘Gamebred’ em um relógio da marca ‘Rolex’, Colby também alega no processo ter sofrido uma suposta lesão cerebral, causada pelos golpes do desafeto.

Ainda de acordo com o site ‘TMZ Sports’, nos documentos entregues pelo advogado de defesa de Masvidal nesta segunda-feira, Bradford Cohen pede ao Tribunal que seja feita uma inspeção no relógio de Covington que teria sido danificado durante a altercação com seu cliente. O profissional alega que existem dúvidas sobre a autenticidade do mesmo e de seu valor (cerca de 95 mil dólares). O advogado também questiona a extensão dos danos ao acessório, ilustrando com fotos tiradas após o ocorrido.

Jorge Masvidal enfrenta acusações sobre dois crimes: uma de lesão corporal grave e outra por conduta criminosa. O lutador do UFC recebeu uma ordem judicial o obrigando a manter  distância da residência de Covington, que teria alegado estar com receio do que o rival seria capaz de fazer após o caso ter se tornado público. Além disso, ‘Gamebred’ também não pode entrar em contato com o desafeto, seja de maneira direta ou indireta.

Mais em UFC