Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Ex-rival prevê derrota de Jones em caso de disputa de título contra Ngannou ou Gane

Desde que Jon Jones abdicou do cinturão dos meio-pesados (93 kg) do UFC para se dedicar ao processo de transição física para competir entre os pesos-pesados, uma das grandes questões discutidas dentro da comunidade das lutas tem como foco o desempenho do ex-campeão na nova categoria. Com diversas variáveis que podem influenciar – tanto positivamente, como negativamente – a performance do americano entre os gigantes do Ultimate, as opiniões se dividem até o momento. Mas um antigo rival parece estar convencido que ‘Bones’ não conseguirá repetir o mesmo sucesso que teve na divisão até 93 kg.

Ex-campeão dos meio-pesados e dos pesos-pesados do UFC, Daniel Cormier atua como comentarista hoje em dia e, também por ter enfrentado Jones em duas oportunidades, tem conhecimento de causa para analisar o cenário futuro do antigo adversário. Em um segmento do programa ‘DC & RC’, da ‘ESPN’ americana, onde deveria fazer cinco previsões para a temporada 2022, o veterano apostou que ‘Bones’, finalmente, estreará na divisão mais pesada do UFC, lutará pelo cinturão da categoria, mas será derrotado por Francis Ngannou ou Ciryl Gane.

Vale lembrar que no próximo dia 22 de janeiro, pelo main event do UFC 270, Ngannou e Gane medirão forças dentro do octógono mais famoso do mundo, pela unificação do título peso-pesado da organização. Caso resolva suas pendências contratuais com o Ultimate e esteja preparado para começar sua trajetória na nova divisão, Jon Jones se torna, imediatamente, o principal favorito para desafiar o vencedor desta peleja entre os ex-companheiros de equipe.

“Eu acredito que Jon Jones vai lutar no peso-pesado e pelo cinturão, mas ele vai perder para Ciryl Gane ou Francis Ngannou. Eu só penso que o tempo afastado, a diferença de peso, e esses caras sendo quem eles são, esse é o problema. Não é que Jones piorou; é só que esses caras estão em um nível diferente no peso-pesado”, projetou ‘DC’.

A fase de Jon Jones não é das melhores. Após anunciar que subiria para o peso-pesado, ‘Bones’ focou em sua preparação e, visivelmente, seu corpo sofreu mudanças. Dessa forma, o retorno do lutador aos meio-pesados, categoria que dominou, é inviável. Logo, para permanecer na atual divisão e enfrentar Francis Ngannou ou Ciryl Gane pelo título, o americano terá que aceitar o valor que Dana White, presidente do UFC, está disposto a pagar ou convencer o cartola a valorizar seu passe, algo que parece pouco provável.

Mais em UFC