Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Ex-campeão do UFC lamenta ter perdido chance de lutar contra Khabib

Khabib Nurmagomedov anunciou sua aposentadoria do MMA em outubro de 2020, mas nunca saiu de cena. Se os fãs e Dana White ainda sonham com o possível retorno do rei do peso-leve (70 kg) do UFC ao esporte, certos lutadores lamentam por não terem medido forças contra ele. Eddie Alvarez, ex-campeão da categoria, integrou as principais organizações da modalidade, encarou atletas de elite, mas, em sua carreira, não teve o astro russo como adversário.

Ao participar do programa ‘Morning Kombat’, Alvarez revelou que o combate contra Khabib estava em seu planejamento e frisou que o encontro no UFC teria sido especial em sua trajetória. Inclusive, o americano mostrou confiança, afirmou que seu estilo de luta é ruim para o número um dos leves e indicou ter boas chances de surpreender no octógono.

“Sou o único confronto que faria algum sentido ou que seria péssimo para Khabib. Tem um cara que o deixou em maus lençóis nos leves, essa é a verdade. ‘Tibau’ causou dificuldades a Khabib, porque não era muito bom em nada. Também sou assim. Não sou um grande striker, não sou um grande wrestler ou muito bom no jiu-jitsu. Sou atlético, tenho um espírito forte, um coração forte e vou lutar até a morte. ‘Tibau’ teve um ótimo plano de jogo, sólido e provavelmente venceu aquela luta. Ele foi capaz de igualar as forças de Khabib e seu wrestling. Isso é o que sou capaz de fazer contra praticamente todos os oponentes. Essa luta teria sido especial”, declarou Alvarez.

Eddie Alvarez é um veterano do MMA que iniciou sua trajetória no esporte em 2003 e se tornou um dos grandes nomes da história do Bellator. Vale lembrar que o americano conquistou o cinturão do peso-leve da organização e também do UFC. Os triunfos mais marcantes do atleta na modalidade foram diante de Anthony Pettis, Gilbert Melendez, Justin Gaethje, Michael Chandler, Rafael dos Anjos, entre outros.

Mais em UFC