Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Equipe de Sterling responde ameaça de Petr Yan antes de lutas no UFC

A rivalidade entre Aljamain Sterling e Petr Yan é tão grande, que a animosidade afeta a equipe dos lutadores. Os tops do peso-galo (61 kg) se enfrentam no ‘co-main event’ do UFC 273, show que acontece neste sábado (9), na Flórida (EUA), em duelo válido pelo título da categoria e o clima para o encontro é hostil. E a tensão foi sentida na última quarta-feira (6), quando o russo ameaçou atacar o time de ‘The Funk Master’. Como foram citados pelo atleta, Al Iaquinta e Merab Dvalishvili se pronunciaram.

Ao participar do ‘media day’ do UFC 273, Yan avisou que o pior pode acontecer, caso seu staff cruze com Sterling e sua equipe no hotel. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Iaquinta fez pouco caso da ameaça feita pelo detentor do título interino do peso-galo. Confiante na capacidade do campeão linear da categoria, o americano indica que seu parceiro de treino pode se aproveitar de tal declaração, já que o foco do oponente não parece estar no importante combate e sim em criar confusão fora do octógono.

“Ele não vai fazer nada. A luta é no sábado à noite e ele tem muito com o que se preocupar. Ele deve deixar as equipes de fora. Péssima ideia. Sterling está fazendo seu trabalho no sábado à noite. Boa sorte”, comentou Iaquinta.

Por outro lado, Dvalishvili adotou um tom mais severo em relação a conduta de Yan. De acordo com o georgiano, que também integra o peso-galo do UFC e ocupa a sexta posição no ranking da divisão, o russo vai pagar caro por suas palavras. Se Iaquinta frisou que a batalha deve ser protagonizada pelo campeão linear da categoria e pelo dono do cinturão interino dela, ‘The Machine’ informou estar preparado para uma guerra, caso seja necessário defender seu amigo fora do octógono.

“Ele cometeu um grande erro. Sterling vai mostrar a ele, vai acabar com ele. Vamos deixá-lo lutar primeiro, então vamos cuidar dele e de sua equipe depois”, concluiu Dvalishvili.

Mais em UFC