Siga-nos
Erica Dezonne

UFC

Encorajado a se tornar mais ‘interessante’, Leon Edwards descarta “ser um palhaço”

Sem lutar desde julho de 2019, Leon Edwards – terceiro colocado no ranking meio-médio (77 kg) do Ultimate – tem visto seu nome ficar em evidência mais por suas lamentações do que pelas suas habilidades dentro do octógono. Irritado por não conseguir um adversário que esteja no topo da lista top 15 da divisão, o lutador inglês tem reclamado publicamente sobre sua situação, especialmente após ver Jorge Masvidal – seu desafeto desde o entrevero ocorrido nos bastidores do UFC Londres e um dos alvos para o seu próximo compromisso – ser vinculado a uma possível revanche contra Nate Diaz.

Ciente da incômoda situação vivida pelo inglês, que agora se vê sem adversários do top 5 disponíveis, Chael Sonnen – ex-lutador e atual comentarista do esporte pela ‘ESPN’ americana – aconselhou Edwards a ser mais interessante, no sentido de promover melhor a sua marca como atleta e, consequentemente suas lutas. Apesar de reconhecer a expertise do americano, um especialista no ‘trash talking’ enquanto estava na ativa, ‘Rocky’ – em entrevista ao ‘Submission Radio’ – descartou modificar sua postura e, em suas palavras, agir como um “palhaço” para se tornar comercialmente mais atrativo.

“Nunca é sobre as habilidades, certo? É sempre sobre eu basicamente precisar ser um palhaço. Isso não sou eu. Eu não posso colocar um boné MAGA (boné com o slogan de Donald Trump, utilizado frequentemente por Colby Covington) e fingir. Eu entendo o que ele está dizendo, que eu preciso fazer mais no aspecto promocional, porque isso é um negócio de entretenimento, no final do dia. Então, eu entendo a linha de raciocínio dele. Mas esse era Chael (Sonnen). Ele usou suas palavras para conseguir grandes oportunidades antigamente, lutou com Anderson Silva e coisas assim. As coisas são como são. Como ele disse, eu não tirei muito disso. Eu ouvi o que ele disse e é assim que é”, desabafou Edwards.

Invicto desde 2016, Leon Edwards possui oito vitórias consecutivas no octógono, sequência que lhe rendeu a terceira posição no ranking da divisão até 77 kg do Ultimate. Ao todo, o lutador inglês soma 18 triunfos e apenas três reveses em sua carreira, o último deles para Kamaru Usman, atual campeão da categoria, em dezembro de 2015.

Mais em UFC