Siga-nos
Matt Davies/PxImages

UFC

Dos Anjos dá conselho para Volkanovski realizar superluta e provoca Makhachev no UFC

Veterano do MMA, Rafael dos Anjos, além de lutador, admite ser fã do esporte, e, como acompanha tal cenário, dá seu parecer sobre lutas importantes programadas para acontecer no UFC. No último sábado (3), na Flórida (EUA), o brasileiro cumpriu sua obrigação ao finalizar Bryan Barberena no segundo round em sua volta aos meio-médios (77 kg) e, ao ser questionado sobre a superluta entre os campeões Alexander Volkanovski e Islam Makhachev, seu rival, em fevereiro, na Austrália, não ficou em cima do muro.

Dos Anjos deu um importante conselho para o rei do peso-pena (66 kg) enfrentar o novo campeão do peso-leve (70 kg) do UFC. Na edição de número 284, o australiano, que lutará em casa, vai subir de categoria para encarar o temido amigo de Khabib Nurmagomedov, pois deseja ter dois cinturões de divisões diferentes da companhia. Como fez o mesmo caminho, uma vez que deixou de atuar no peso até 70 kg para voltar aos meio-médios, ‘RDA’ sinalizou que ‘The Great’ deve focar no aspecto físico para tentar amenizar a desvantagem de tamanho e força diante de Makhachev.

Inclusive, o veterano tem no russo um de seus grande desafetos no MMA. Em sua passagem pelo peso-leve, Dos Anjos viu o duelo contra Makhachev cair repetidas vezes e a troca de provocações entre os dois era constante e intensa. Em uma das discussões, o brasileiro chegou a acusar Islam de fugir do combate por estar com medo de enfrentá-lo. No entanto, o ex-campeão da categoria ignorou a rivalidade com o atual detentor do título dela, ao menos por ora, e o classificou com certo favoritismo para a superluta com o rei do peso-pena no UFC 284.

“Na minha próxima luta, estarei mais do jeito da categoria. Barberena é muito forte. Eu meio que esqueci como os caras dos meio-médios são fortes. Ele é mais alto do que eu, é maior do que eu. Volkanovski precisa estar preparado. Certifique-se de ter caras grandes como parceiros de treino para ter essa sensação. Assim, quando a luta acontecer, você não é surpreendido. Acho que Makhachev vence essa luta. Ele poderia enfrentar alguém nos leves, um verdadeiro desafio, mas esse cara, eu não consigo entender”, declarou o ex-campeão do UFC, na coletiva de imprensa pós-evento.

Rafael dos Anjos, de 38 anos, é um dos melhores lutadores brasileiros da história do MMA. O veterano iniciou sua trajetória no esporte em 2004, estreou no UFC em 2008 e foi campeão do peso-leve em 2015. Ao longo dos anos, o atleta acumulou um cartel composto por 32 vitórias e 14 derrotas. Seus principais triunfos foram sobre Anthony Pettis, Ben Henderson, Donald Cerrone (duas vezes), Evan Dunham, Kevin Lee, Nate Diaz, Neil Magny, Paul Felder, Renato ‘Moicano’, Robbie Lawler e Tarec Saffiedine.

Mais em UFC