Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Desafiado por algoz de Luque, Gilbert Durinho reforça preferência por Masvidal

Um dos lutadores mais completos e perigosos do meio-médio (77 kg) do Ultimate, Gilbert ‘Durinho’ Burns se acostumou a ver seu nome raramente ser lembrado por seus rivais de divisão quando eles pedem para enfrentar algum adversário específico em suas próximas lutas. Por isso, o desafio feito pelo americano Geoff Neal, após nocautear Vicente Luque no UFC Vegas 59, no último sábado (6), chegou como uma espécie de surpresa positiva para o faixa-preta de jiu-jitsu.

Em sua conta oficial no ‘Twitter’ (veja abaixo ou clique aqui), ‘Durinho’ comemorou o fato de alguém tê-lo desafiado e se mostrou aberto a medir forças com Neal dentro do octógono no futuro. O brasileiro, no entanto, recordou que ainda aguarda uma resposta de Jorge Masvidal sobre um possível duelo entre eles e reiterou que ‘Gamebred’ é seu principal alvo no momento.

“Finalmente alguém me desafiou! Parabéns, Geoff Neal! Vamos ver se Jorge vai aparecer! Caso contrário, nós podemos dançar”, respondeu ‘Durinho’ ao desafio do americano.

Depois de construir grande parte de sua carreira no peso-leve (70 kg), Gilbert ‘Durinho’ se encontrou no peso-meio-médio, categoria na qual compete exclusivamente desde agosto de 2019. Neste período, o faixa-preta venceu cinco confrontos e perdeu apenas duas batalhas, uma delas pelo título da divisão, em fevereiro do ano passado, contra o atual campeão Kamaru Usman. A última apresentação do brasileiro – quarto colocado no ranking – ocorreu em abril, quando foi derrotado por Khamzat Chimaev, e, desde então, o niteroiense tem focado suas atenções em um possível embate com Jorge Masvidal.

Mais em UFC