Siga-nos
Diego Ribas

UFC

De volta ao UFC após longo hiato, Brian Ortega aprova desafio contra ‘Zumbi Coreano’

Afastado dos octógonos por quase dois anos, Brian Ortega volta a atuar neste sábado (17), na luta principal do UFC ‘Fight Island 6’, em Abu Dhabi (EAU). E, apesar do longo período inativo, o americano fará seu retorno diante de um adversário de peso, o coreano Chan Sung Jung, em duelo que deve apontar o próximo desafiante ao cinturão da divisão dos pesos-penas (66 kg).

Além do longo hiato na carreira, Ortega vem de derrota para Max Holloway, em uma verdadeira batalha válida pelo título peso-pena do UFC. Essas circunstâncias normalmente levam alguns atletas a optarem por duelos mais ‘acessíveis’ em seu retorno, contra adversários menos renomados. Mas este não é o caso do americano.

Em conversa com a imprensa durante o media day, Ortega destacou o desejo de, sempre que possível, se testar diante dos melhores lutadores da categoria. Sendo assim, o lutador descartou que tenha passado pela sua cabeça aceitar um combate diante de um rival, em teoria, mais fraco, apenas para garantir uma vantagem em sua volta.

“Isso era tudo sobre voltar, pegar uma luta que não é fácil, porque quando alguma coisa como essa acontece, é tipo: ‘Oh, vamos restabelecer ele novamente ou fazer algo’. E eu pensava, eu não preciso ser recuperado no mundo da luta. Eu preciso me refazer no mundo dos treinos, e foi isso que eu fiz”, analisou Brian, antes de completar.

“Eu estou nesse esporte para lutar com os melhores, é por isso que eu amo essa m***. Vamos testar o seu mundo contra o meu. Vamos testar as suas peças de xadrez contra as minhas. Vamos para a guerra. No fim, os fãs vencem. Todo mundo vence. Lutadores podem te dizer isso: nós amamos lutar, amamos testar nossa vontade, e nós somos pagos para isso. Então, isso é lindo”, concluiu.

Brian Ortega e Chan Sung Jung, o ‘Zumbi Coreano’, medem forças neste sábado, na luta principal do UFC ‘Fight Island 6’, em Abu Dhabi. O vencedor deste confronto deve receber da organização a oportunidade de ser o próximo a disputar o cinturão peso-pena da liga, atualmente sob posse do australiano Alexander Volkanovski.

Mais em UFC