Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

De olho no top 5 dos meio-médios, Magny expressa interesse em duelo com Vicente Luque

Competidor de longa data nos meio-médios (77 kg), Neil Magny segue em busca de grandes lutas para coroar sua trajetória no MMA. Na última aparição, válida pelo UFC Vegas 26, evento que aconteceu no último sábado (8), em Las Vegas (EUA), o americano superou Geoff Neal e passou a ocupar a oitava posição no ranking da categoria. Empolgado com seu atual momento, o veterano citou dois nomes para encarar na sequência.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Magny expressou o interesse de enfrentar Vicente Luque. De acordo com o atleta, como ‘The Silent Assassin’ também vive grande fase no UFC, esta seria a luta perfeita para consolidá-lo entre os melhores meio-médios. Vale lembrar que o amigo e parceiro de treino de Gilbert ‘Durinho’ se encontra na quinta posição no ranking da categoria e não possui adversário.

Magny também revelou que Khamzat Chimaev consta em sua lista de desejos. Mas se o americano prega respeito e elogia Luque, o mesmo não se aplica ao sueco. O veterano indicou que a promessa ainda tem um longo caminho a percorrer no MMA e pediu para o rival parar de provocar nas redes sociais e voltar a lutar. Constantemente, os atletas discutem de forma pública e até já concordaram em acertar as contas no octógono.

“Em um mundo perfeito, eu lutaria contra um cara como Luque. Ele possui uma sequência de vitórias impressionante e está classificado entre os melhores. Ele é um cara que move minha carreira para a frente. Posso ficar mais perto dos cinco primeiros e de uma chance pelo título. Mas o MMA também é entretenimento e um cara como Chimaev tem falado muito, mas precisa lutar. Se eu não conseguir enfrentar um oponente de primeira linha, não me oponho de lutar contra Chimaev em agosto”, declarou Magny, antes de completar.

“Estou no meu auge e quero ter certeza de tirar o máximo proveito disso, quero aproveitar ao máximo esta oportunidade. Se isso significa que tenho que lutar contra três, quatro caras antes de conseguir uma chance pelo título, estou disposto a fazer isso. A única coisa que não estou disposto a fazer é esperar para lutar. Estou disposto a lutar”, concluiu.

Neil Magny, de 33 anos, vive bom momento no UFC e ocupa a oitava posição no ranking dos meio-médios. Apesar de não ter o devido reconhecimento por parte dos fãs, o americano possui números expressivos na categoria. ‘The Haitian Sensation’ é o terceiro atleta que disputou mais lutas na história da divisão e também é o segundo maior vencedor dela. Seus principais triunfos no MMA foram sobre Carlos Condit, Johny Hendricks, Kelvin Gastelum e Robbie Lawler.

Mais em UFC