Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

UFC

Daniel Cormier sugere que UFC realize a trilogia entre Conor McGregor e Nate Diaz

Ao que parece, a aguardada trilogia entre Conor McGregor e Nate Diaz voltou a ser discutida na comunidade do MMA. Tudo porque, recentemente, os desafetos se estranharam nas redes sociais e protagonizaram uma guerra verbal com direito a ofensas. Sendo assim, Daniel Cormier, ex-campeão do UFC e atual comentarista, opinou a respeito da rivalidade que envolve os astros da organização.

Em seu programa ‘DC & RC’, na ‘ESPN’ americana, Cormier se posicionou a favor da realização da trilogia entre Diaz e McGregor para a sequência. De acordo com o veterano, como ‘Notorious’ e o ‘bad boy’ são estrelas do UFC e desafetos de longa data, o decisivo embate se faz necessário. Vale lembrar que a rivalidade envolvendo os atletas está empatada e atrai o público. Tanto que os dois encontros possuem um lugar de destaque nos eventos que mais venderam ‘pay-per-view’ na história da companhia.

No primeiro combate, realizado em março de 2016, Diaz assumiu a luta em cima da hora, ignorou o favoritismo do irlandês e o finalizou no segundo round. Na revanche, disputada em agosto do mesmo ano, McGregor deu o troco e venceu o americano por decisão majoritária dos juízes. Outro ponto que torna a trilogia entre os rivais viável é o momento delicado que ‘Notorious’ e o irmão mais novo de Nick Diaz vivem no peso-leve (70 kg) e nos meio-médios (77 kg) do UFC, respectivamente, já que cada um perdeu dois duelos seguidos.

“Eles são dois dos melhores faladores, têm uma grande história e são rivais. Eles precisam lutar. É hora de McGregor e Nate Diaz voltarem ao octógono para lutar pela terceira vez”, decretou Cormier.

Mesmo em má fase, Conor McGregor, de 32 anos, é o principal nome do UFC. Dois anos após sua estreia na organização, o irlandês se transformou em um fenômeno do MMA e conquistou o cinturão do peso-pena (66 kg), em 2015, e do peso-leve (70 kg), em 2016. Seus triunfos mais marcantes foram contra Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. Atualmente, o atleta ocupa a nona posição no ranking dos leves e possui um cartel composto por 22 vitórias, sendo 20 pela via rápida e 19 delas por nocaute, e seis derrotas.

Nate Diaz, de 36 anos, é um dos lutadores de maior popularidade no MMA atual, mas vive má fase. O atleta perdeu três das últimas quatro lutas que disputou, sendo a mais recente realizada em junho, contra Leon Edwards. Ao menos, o americano voltou a ficar ativo no UFC, já que não atuava desde 2019. Seus principais triunfos no esporte foram diante de Anthony Pettis, Conor McGregor, Donald Cerrone, Gray Maynard, Jim Miller, Melvin Guillard, Michael Johnson e Takanori Gomi.

Mais em UFC