Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Daniel Cormier elege Charles ‘Do Bronx’ como melhor lutador de 2022

Não é segredo que Daniel Cormier defende a ideia de Islam Makhachev enfrentar Charles Oliveira em uma possível luta válida pelo título vago do peso-leve (70 kg), porém, apesar dos constantes elogios feitos ao seu amigo e parceiro de treino, o veterano também reconhece os feitos de ‘Do Bronx’. Impressionado com a trajetória do brasileiro até alcançar destaque na categoria, ‘DC’ rasgou elogios ao ex-campeão dela e elevou seu patamar no MMA.

O atual comentarista ignorou Alexander Volkanovski e Israel Adesanya, reis do peso-pena (66 kg) e do peso-médio (84 kg) respectivamente, que venceram as duas lutas que disputaram em 2022, e classificou Charles como melhor lutador da temporada até o momento. No ano, ‘Do Bronx’ realizou um combate e impressionou ao finalizar Justin Gaethje no primeiro round, após quase ser nocauteado. E, se a atuação do brasileiro foi inesquecível, o ocorrido na pesagem oficial do UFC 274 também entrou para a história. Na ocasião, Charles ficou acima do limite de peso dos leves e perdeu o cinturão antes mesmo de lidar com Justin Gaethje no octógono.

Inclusive, nunca na história do UFC um campeão tinha perdido o título dessa forma. É bem verdade que ‘Do Bronx’ e sua equipe reclamaram de uma possível falha na balança, que apontou uma diferença de 200 gramas acima do limite permitido nos leves para o brasileiro, porém o estrago já estava feito. Como Cormier viveu drama parecido na pesagem oficial de sua luta contra Anthony Johnson, em 2017, se colocou ao lado de Charles. Na época, ‘DC teve problemas no corte de peso e, ao subir na balança, segurou na toalha para ficar mais leve, conseguiu ficar dentro do limite dos meio-pesados (93 kg) e permaneceu com o cinturão. Recentemente, o veterano admitiu que trapaceou no episódio e, por isso mesmo, se solidarizou com Charles. De todo modo, Daniel enaltece o showman que o atleta é.

“Talvez a culpa esteja falando por mim agora, porque eu escapei dessa polêmica da pesagem, mas Charles teve seu cinturão tirado dele por causa da confusão da pesagem. Eu escolho Charles, porque o que ele fez com Gaethje, as pessoas não fazem contra Gaethje. Charles é um dos lutadores mais divertidos do mundo, o jeito que ele ataca caras como Poirier e Gaethje, os homens mais perigosos do mundo. Ele está disposto a lutar, deixar vocês baterem na cara dele, cair várias vezes, se levantar e encontrar maneiras de ter a mão levantada. Ele está mostrando a cada vez que entra no octógono que ele é o melhor”, declarou o ex-campeão e integrante do ‘Hall da Fama’ do UFC, em seu programa ‘DC & RC’ na ‘ESPN’ americana.

Charles Oliveira, de 32 anos, vive sua melhor fase no MMA e possui uma sequência de 11 vitórias, sendo dez pela via rápida. Na série, ‘Do Bronx’ dominou Tony Ferguson, nocauteou Michael Chandler e finalizou Dustin Poirier e Justin Gaethje. Conhecido no esporte pelo jiu-jitsu de alto nível, o brasileiro mostrou que sua trocação também representa uma ameaça aos oponentes. Atualmente, ‘Do Bronx’ é o líder do ranking do peso-leve do UFC, mas não possui o cinturão da categoria por conta de uma falha na balança. Seu cartel profissional é composto por 33 vitórias, sendo 30 pela via rápida, oito derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado).

Mais em Notícias