Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Dana White indica que Marina Rodriguez deve lutar pelo título após vitória no UFC 272

Terceira colocada no ranking peso-palha (52 kg) do Ultimate, Marina Rodriguez subiu no octógono do UFC 272, no último sábado (5), com a missão de derrotar a chinesa Yan Xiaonan e colocar seu nome no topo da lista de candidatas para o próximo ‘title shot’ da categoria. A vitória, ainda que na decisão dividida dos juízes, veio e, ao que parece, a oportunidade de lutar pelo cinturão também está próxima de ser confirmada.

Durante a entrevista coletiva pós-UFC 272, Dana White – presidente da entidade – foi questionado sobre o futuro de Marina após o triunfo sobre Xiaonan, o quarto consecutivo da gaúcha, e, apesar de não confirmar com todas as letras, deixou no ar a possibilidade de Rodriguez disputar o título peso-palha em seu próximo compromisso.

Vale lembrar que a próxima disputa de título da divisão até 52 kg do UFC já está definida pela organização, apesar de ainda não ter sua data confirmada oficialmente. A atual campeã Rose Namajunas deve enfrentar a ex-detentora do cinturão Carla Esparza, que ocupa a segunda colocação no ranking peso-palha do Ultimate.

“Faz sentido”, limitou-se a dizer Dana White, ao ser perguntado se, com a vitória sobre Xiaonan, Marina Rodriguez teria garantido o próximo ‘title shot’ contra a vencedora da disputa entre Rose Namajunas e Carla Esparza.

No MMA profissional desde 2015, Marina Rodriguez soma 16 vitórias, dois empates e uma derrota em seu cartel. Pelo UFC, onde estreou em 2018 após se destacar na versão brasileira do programa ‘Contender Series’, a gaúcha venceu seis de seus nove compromissos, acumulando também empates contra Randa Markos e Cynthia Calvillo, além de sua única derrota na carreira, para Carla Esparza, por decisão dividida dos juízes.

Mais em UFC