Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Dana White assegura vaga de Joanna Jedrzejczyk no Hall da Fama do UFC: “Sem dúvida”

Dona de uma carreira laureada, com vários títulos e recordes, entre eles o de campeã com o maior reinado na história do peso-palha (52 kg) no UFC, Joanna Jedrzejczyk anunciou sua aposentadoria no dia 11 de junho, logo após ter sido derrotada por Zhang Weili, na revanche da ‘Luta do Ano’ de 2020, pelo card da edição de número 275. E no que depender de Dana White, presidente do Ultimate, a polonesa tem vaga garantida no ‘Hall da Fama’ da organização no futuro.

Em conversa com os jornalistas após o UFC Austin, o dirigente exaltou o papel exercido por Jedrzejczyk no crescimento do MMA feminino e indicou que a polonesa deve ser homenageada no futuro próximo com a indicação ao ‘Hall da Fama’ da entidade. O cartola ainda destacou a atuação da atleta tanto dentro, quanto fora do cage para ressaltar sua importância para a liga.

“Ah, sem dúvida (ela tem uma vaga no Hall da Fama)! Ela foi uma das mulheres que ajudou a construir o MMA feminino, especialmente no UFC. Sempre divertida de assistir, sempre veio para lutar. A entrada dela naquela noite, quando ela chegou na arena, foi gangster, como sempre. Eu amo tudo sobre Joanna e estou feliz que ela lutou e terminou a carreira dela aqui conosco”, declarou Dana.

Com uma carreira de sucesso como atleta de kickboxing e muay thai, Joanna Jedrzejczyk ganhou fama mundial ao migrar para o MMA, onde atuou profissionalmente por uma década, construindo um cartel de 16 vitórias e cinco derrotas. Pelo UFC, a polonesa foi campeã da divisão dos palhas entre março de 2015 e novembro de 2017, acumulando cinco defesas de título bem-sucedidas, um recorde na história da categoria, além de protagonizar alguns dos maiores confrontos femininos de todos os tempos, como seu primeiro duelo contra Zhang Weili, em 2020.

Mais em UFC