Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Dana se mostra incerto quanto ao futuro de Jones no UFC: “Ele pode lutar ou não”

O relacionamento entre Jon Jones e o UFC segue conturbado. Após ficar distante da superluta contra Francis Ngannou, campeão do peso-pesado da organização, o antigo rei dos meio-pesados (93 kg) também negou qualquer interesse em estrear na nova categoria contra Stipe Miocic, recentemente. Ao tomar conhecimento da postura de ‘Bones’, Dana White, presidente da companhia, se manifestou e seu tom foi de preocupação.

Na coletiva de imprensa pós-UFC 262, realizada no último sábado (15), em Houston (EUA), Dana lamentou a dificuldade que encontra para fazer com que Jones volte a lutar e se mostrou incerto quanto ao futuro do ex-campeão dos meio-pesados na companhia. De acordo com o cartola, ‘Bones’ é o único que pode se ajudar e decidir o que deseja fazer com sua carreira. O desentendimento entre as partes se iniciou após Jones pedir uma valorização de contrato no UFC.

‘Bones’ exigiu uma alta quantia para encarar Ngannou que, prontamente, foi negada pelo cartola. Desde então, a dupla discute de forma pública. Com o ex-campeão dos meio-pesados fora da disputa, o líder da organização indicou que o primeiro desafiante ao título do camaronês será Derrick Lewis. Apesar da polêmica, Dana enalteceu a qualidade de Jones como lutador e garantiu que, se de fato o profissional quiser atuar, não lhe faltam duelos interessantes na companhia.

“Há lutas disponíveis. Elas estão aqui. Vou continuar fazendo lutas todo fim de semana. Se Jones quiser lutar, ele pode, se não, ele não precisa. Ninguém vai forçar Jones a lutar. Ele teve uma ótima jornada. Ele tem um legado incrível. Eu, pessoalmente, o vejo como o melhor lutador da história”, declarou Dana, antes de completar.

“Agora, você tem caras que estão logo atrás como Usman e alguns outros. Depende dele. Ele pode lutar neste verão ou nunca mais. Isso é com ele. Ele pode se aposentar e eu ainda vou considerá-lo como o melhor da história, até que outra pessoa conquiste o que ele tem”, concluiu.

O momento de Jon Jones no UFC não é bom e seu futuro na organização é incerto. Após anunciar que subiria para o peso-pesado, ‘Bones’ focou em sua preparação e, visivelmente, seu corpo sofreu mudanças. Dessa forma, o retorno do lutador aos meio-pesados, categoria que dominou, é inviável. Com esse cenário, para permanecer na atual divisão e enfrentar Francis Ngannou pelo título, o americano terá que aceitar o valor que Dana White está disposto a pagar ou convencer o cartola a valorizar seu passe, algo que parece improvável.

Mais em UFC