Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Dana provoca ‘Cyborg’ após brasileira estacionar sua van próximo da arena do UFC 259

O relacionamento entre Cris ‘Cyborg’ e Dana White vai de mal a pior. No último sábado (6), Amanda Nunes finalizou Megan Anderson no UFC 259, evento realizado em Las Vegas (EUA), defendeu o cinturão do peso-pena (66 kg) pela segunda vez, sob os olhares da curitibana. Curiosamente, a van da campeã do Bellator foi vista nos arredores do UFC Apex (veja abaixo ou clique aqui). Como não poderia ser diferente, o cartola aproveitou a inusitada situação para alfinetar a lutadora.

Na coletiva de imprensa realizada pós-UFC 259, Dana fez questão de relembrar do nocaute sofrido por ‘Cyborg’ diante de Amanda. A dupla brasileira se enfrentou em 2018 e o combate foi uma espécie de Anderson Silva vs Vitor Belfort na versão feminina.

Na ocasião, a baiana nocauteou a curitibana em 51 segundos e se tornou campeã do peso-pena da organização. Sem o título, Cris realizou mais um combate pela companhia, porém a relação com o líder da empresa ficou insustentável, as partes discutiram e a atleta encerrou sua trajetória no UFC, assinando, na sequência, com o Bellator.

“Outro dia, postei um vídeo dela levando um nocaute em 57 ângulos diferentes, então ‘touché’ por estacionar sua van na frente”, provocou Dana.

Após o revés, Cris ‘Cyborg’ pediu uma oportunidade para vingar sua derrota diante de Amanda Nunes, porém o UFC lhe negou o direito. No entanto, a curitibana ainda não perdeu o interesse em um eventual acerto de contas com a rival. Mesmo no Bellator, a lenda do MMA feminino desafia a número um da modalidade e torce por um difícil crossover entre organizações para colocar um ponto final na história.

Mais em UFC