Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Covington debocha de Poirier e aposta em “choro e morte” do desafeto no UFC 257

Ex-companheiro de equipe e desafeto declarado de Dustin Poirier, Colby Covington não perde a oportunidade de provocar o peso-leve (70 kg), que encara o irlandês Conor McGregor neste sábado (23), na luta principal do UFC 257, em Abu Dhabi (EAU). Em sua conta oficial no ‘Instagram’ (veja abaixo ou clique aqui), o polêmico lutador debochou do antigo colega de time e apostou em sua “morte” dentro do octógono diante do ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve do Ultimate.

Em um vídeo promocional para divulgar uma casa de apostas online, Covington lamentou, de forma sarcástica, não poder apostar na probabilidade de Poirier chorar e apontou a derrota do peso-leve americano como a melhor opção para os jogadores. Sobrou até mesmo para Jorge Masvidal, outro ex-companheiro de equipe e desafeto de ‘Chaos’, que teve sua lealdade questionada pelo falastrão.

“Nesta noite, nós estamos de volta com o UFC 257. E na luta principal nós temos Conman (Conor) McGregor contra o macho beta, campeão do Ultimate Sentimentos, Dustin Sorrier (Poirier). Dustin, eu não sou como aquele Judas (Jorge Masvidal) que anda com você, que vai torcer contra você pelas suas costas, eu digo para você na sua cara, e nesse final de semana não é diferente. Você foi escolhido a dedo porque você não sabe lutar wrestling e é facil de ser acertado. E como não existe uma aposta em você chorando nesse final de semana, nós vamos pegar a melhor aposta que existe: você morrendo. Então façam suas apostas e invistam em ações de lenços de papel, porque depois que Dustin for atropelado, ele vai estar chorando na coletiva de imprensa”, provocou ‘Chaos’.

A rivalidade entre Colby Covington e Dustin Poirier teve início quando ambos faziam parte da ‘American Top Team’, assim como Jorge Masvidal. A troca de provocações e ameaças entre eles obrigou o dono da equipe, Dan Lambert a intervir e decretar novas regras para os membros do time, sem sucesso, no entanto. Desgastado, ‘Chaos’ acabou deixando a academia na qual iniciou sua trajetória no MMA e agora faz parte da ‘MMA Masters’.

Mais em UFC