Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

UFC

Covington ataca Masvidal e contesta qualidade do rival: “É o cara mais frágil do UFC”

Colby Covington tem pela frente a maior luta de sua carreira, porém não esquece um velho conhecido. No UFC 268, evento que acontece no dia 6 de novembro, em Nova York (EUA), o ‘bad boy’ vai disputar o título dos meio-médios (77 kg) contra o campeão Kamaru Usman, seu desafeto, mas Jorge Masvidal segue em alta em sua lista de desejos. Tanto que o atual desafiante da categoria atacou o rival.

Em entrevista à ‘ESPN’ americana, Covington, rival declarado de Masvidal, não perdoou o fato do mesmo perder dois combates em sequência para Usman, sendo dominado em um e nocauteado no mais recente, e contestou sua qualidade como lutador. De acordo com ‘Chaos’, ‘Gamebred’, dono da sexta posição no ranking dos meio-médios, não pertence ao top-10 da categoria, pois o classifica como um atleta comum.

A curiosidade é que, no passado, Covington e Masvidal eram amigos e treinavam juntos na ‘American Top Team’. No entanto, conforme a dupla evoluiu e avançou rumo ao topo dos meio-médios do UFC, a boa relação se deteriorou. Agora, os atletas são inimigos e, constantemente, se atacam de forma pesada publicamente. Sem papas na língua, o ex-campeão interino da categoria fez questão de expor que castigava ‘Gamebred’ nos treinamentos e se colocou à disposição da companhia para provar sua superioridade no octógono.

“Masvidal? Eu batia naquele cara décadas atrás. Ele nem deveria estar no topo dos meio-médios. A única razão pela qual ele está nessa posição é porque tem hype. Ninguém se importa em ver aquele cara lutar. Ele não é um lutador de primeira linha. Masvidal é o cara mais frágil do elenco do UFC e não merece lutar em lugar nenhum, muito menos pelo título”, provocou Covington, antes de completar.

“O UFC queria fazer essa grande luta, melhores amigos que se tornaram rivais e se odeiam. Ele estava falando muito, dizendo que iria acabar comigo, que sou frágil, blá, blá, blá, mas não há ninguém mais frágil do que Masvidal. Aquele cara está acordado ou ainda está dormindo desde a última vez que lutou com Usman?”, concluiu.

A possível luta entre Colby Covington e Jorge Masvidal habita o imaginário de parte da comunidade do MMA e o próprio Dana White não descarta realizar o aguardado encontro dos rivais no futuro. No entanto, o acerto de contas envolvendo os desafetos depende do resultado do próximo compromisso da dupla no octógono. Em novembro, ‘Chaos’ vai disputar a revanche com Kamaru Usman, válida pelo título dos meio-médios, no UFC 268, enquanto ‘Gambebred’ enfrentará Leon Edwards, na edição de número 269, em dezembro.

Mais em UFC