Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Cormier cita Chimaev como ‘grande prejudicado’ pela vitória de Edwards sobre Usman

Khamzat Chimaev continua em sua caminhada rumo ao topo dos meio-médios (77 kg) do UFC, mas agora lida com um imprevisto. O russo viu seu plano de disputar o título da divisão ser afetado com a surpreendente vitória de Leon Edwards, novo campeão, por nocaute sobre Kamaru Usman, em luta realizada no último sábado (20), em Utah (EUA). Como a rivalidade entre os atletas está empatada, Daniel Cormier indica que o futuro de ‘Borz’ é um mistério.

Anteriormente, Dana White informou que bastava Chimaev vencer Nate Diaz, em setembro, para disputar o cinturão dos meio-médios, porém o posicionamento do cartola aconteceu antes da revanche entre Edwards e Usman ser realizada. Logo, em seu canal oficial no ‘YouTube’, Cormier, atento ao cenário da categoria, classificou o russo, ainda invicto no MMA, como grande prejudicado do UFC 278, mesmo sem atuar no evento.

Segundo ‘DC’, não importa o que ‘Borz’ faça com o ‘bad boy’ no octógono, porque, dificilmente, vai impedir a realização da trilogia ‘Rocky’ vs ‘The Nigerian Nigtmare’ pelo título da divisão. Vale pontuar que o novo campeão dos meio-médios do UFC aceitou encarar o rival novamente. O próprio Dana também já acena com a possibilidade de marcar o desempate envolvendo os atletas na Inglaterra. Dessa forma, Cormier aponta que Chimaev, caso confirme o grande favoritismo sobre Diaz, deve fazer mais um combate para ter a chance de disputar o cinturão da categoria.

“No fim de semana passado, Chimaev não entendeu que era o maior perdedor na situação Usman vs Edwards, porque estava na fila. Tudo o que ele tinha que fazer era passar por Diaz para lutar pelo cinturão, mas com Edwards vencendo, agora temos uma trilogia e com razão. Isso leva à pergunta: para que serve essa luta? Sinto que por Diaz, essa luta é por legado. Sinto que para Chimaev, esta é apenas mais uma cabeça em seu currículo, porque não sei se essa vitória necessariamente o coloca mais perto do que ele já está de uma luta pelo cinturão. E, por causa do resultado do último fim de semana, Chimaev vai precisar de mais uma luta. Só me pergunto quem mais Chimaev vai enfrentar. Se ele vencer Diaz, vai lutar com Covington em seguida?”, declarou ‘DC’.

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev, de 28 anos, disputou cinco lutas no UFC e cresceu nos meio-médios. O sueco estreou pela organização em 2020 e suas vítimas nela foram John Phillips, Rhys McKee, Gerald Meerschaert, Li Jingliang e Gilbert ‘Durinho’ em sequência. Após superar o brasileiro, ‘Borz’ passou a ocupar o terceiro lugar no ranking da categoria.

Mais em Notícias