Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Conor McGregor ataca Khabib e o acusa de fugir do MMA: “É a marca dele”

Se a rivalidade entre Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov gerou cenas lamentáveis na primeira vez que se enfrentaram no octógono, o clima entre a dupla permaneceu hostil. É bem verdade que o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) do UFC está escalado para enfrentar Dustin Poirier no ‘main event’ da edição de número 257, que acontece no dia 23 de janeiro, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), mas as memórias do polêmico encontro com o russo seguem vivas. Como o número um da categoria anunciou sua aposentadoria do MMA em outubro de 2020, o astro irlandês aproveitou para atacar o desafeto.

Em entrevista ao site ‘The Mac Life’, McGregor, como não poderia ser diferente, criticou a decisão de Khabib e o acusou de fugir do esporte. Não satisfeito, o astro irlandês informou que não ficou surpreso com o anúncio de aposentadoria feito pelo rival, sinalizou que essa postura foi comum em sua carreira e citou como exemplo as lutas canceladas com Tony Ferguson. O ex-campeão dos leves também manifestou o interesse em uma revanche com o desafeto e indicou que ela só não acontece por conta do mesmo.

“Como você pode sair nesta fase? É desconcertante para mim, mas cada um com o seu. Há tantas lutas incríveis por aí. Mesmo a bagunça em torno da situação com Ferguson. Você está escalado para lutar contra um homem. Não importa o que, mas as lutas devem acontecer. Você não pode, simplesmente, fugir das lutas. Essa é a marca registrada de sua abordagem. Não fiquei surpreso ao vê-lo se afastar, sair correndo. Nós seguimos em frente. Eu teria gostado de ver essa luta, mas o homem se afastou. O UFC deu a ele um pouco de tempo. Veremos o que acontece”, declarou Conor que deu a entender que sua luta contra Poirier poderia ser válida pelo cinturão, mas adiantou que não vai entrar em rota de colisão com o UFC e Dana White.

“Acho que eu deveria lutar pelo título, mas não acho que Dana vai jogar um cinturão imediatamente com tudo que aconteceu no ano e entendo isso. Quais são os cinturões? Estou aqui para competir. Faça um bom trabalho e os cinturões virão. Talvez seja justo disputar o cinturão na próxima luta. Não vou me envolver na política desse negócio. Fiz isso no passado e me atrapalhou. Estou concentrado na luta a seguir”, concluiu.

O duelo entre Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor aconteceu em 2018 e, na ocasião, o clima para a batalha foi bélico. A estrela irlandesa atacou o russo, sua família, país e religião e, durante a luta, Khabib provocou o rival, enquanto desferia golpes no desafeto. Após a vitória do campeão do peso-leve do UFC por finalização no quarto round, o octógono se transformou em um campo de guerra e os envolvidos foram punidos. Desde então, Khabib finalizou Dustin Poirier e Justin Gaethje e McGregor nocauteou Donald Cerrone.

Mais em UFC