Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Chikadze mostra indignação com atualização do ranking: “Tenho que estar no top 5”

Depois da euforia por nocautear Edson Barboza no último sábado (28), pela luta principal do UFC Vegas 35, Giga Chikadze admite ter se frustrado com a falta de reconhecimento, na prática, pela sua importante vitória. O motivo foi a atualização semanal dos rankings da liga, divulgada poucos dias após o triunfo do lutador georgiano, seu sétimo seguido na principal organização de MMA do planeta.

Décimo colocado no ranking dos penas (66 kg) antes da peleja contra Barboza, Chikadze viu sua convincente apresentação diante do brasileiro render apenas a subida de dois novos degraus na classificação, fato que o incomodou. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, o georgiano reclamou dos critérios utilizados na atualização da lista e citou a longa inatividade de alguns concorrentes, como o mexicano Yair Rodriguez, para pleitear uma melhor colocação.

“Eu não estou feliz com isso. Eu era o número dez. Eu venci o número nove, mas não era um número nove comum, e  não foi uma decisão, não foi uma decisão dividida, não foi uma luta apertada. Como eu disse: eu atropelo as pessoas. Isso foi o que aconteceu nesse fim de semana. Quando você vence alguém como Edson Barboza e você é o número dez e ele o número nove, você não ganha só mais um e se torna o número oito. Eu tenho que estar em algum lugar no top 5”, reclamou Giga, antes de completar.

“Eu estava esperando entrar no top 3, porque no top 3 existe outro cara (Yair Rodriguez) que não lutou em todo esse tempo desde que eu estou no UFC, e eu lutei sete vezes – sete vezes em menos de dois anos. Isso é algo que realmente deve ser mencionado. Eles me colocaram só no top 8, então eu fiquei um pouco triste”, finalizou.

Após construir uma carreira de destaque no kickboxing, Giga Chikadze migrou para o MMA profissional em 2015 e soma 14 vitórias e apenas duas derrotas na modalidade. Pelo UFC, o georgiano estreou em setembro de 2019 e, até o momento, venceu todos os sete duelos disputados.

Mais em UFC