Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Chandler explica motivo para promover lutas no UFC: “Bellator não tem os melhores lutadores”

Quando atuava no Bellator, Michael Chandler já era apontado como um dos principais lutadores do peso-leve (70 kg), mas consolidou tal posição no MMA ao integrar o UFC, em 2021. Além do estilo de luta explosivo, ‘Iron’ encantou parte dos fãs com seus discursos de vitória inflamados no octógono. Inclusive, o americano explicou o motivo de a promover seus combates de forma tão apaixonada e eloquente somente agora.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Chandler frisou que sempre teve uma boa oratória, porém não achava correto explorar tal dom fora do UFC. O posicionamento de ‘Iron’ faz sentido, já que o mesmo é um dos principais nomes da história do Bellator, organização conhecida como a segunda maior do esporte. Vale lembrar que o americano atuou pela companhia de 2010 até 2020 e, assim, chegou ao Ultimate na parte final de sua carreira.

Apesar de ser um veterano do MMA, Chandler ressalta que segue motivado e que é capaz de se tornar campeão do peso-leve do UFC. E é justamente por isso que, agora, o americano se sente à vontade para empolgar parte dos fãs com seus discursos, já que tem a oportunidade de provar seu valor contra os melhores lutadores do esporte. Em sua nova chamada, ‘Iron’ desafiou Charles Oliveira e Justin Gaethje para revanches e também mencionou Conor McGregor como alvo para a luta mais explosiva da história, segundo o próprio atleta.

“Eu não estava legitimamente me colocando na posição de ser o lutador número um do mundo, portanto, não queria mostrar meu conjunto completo de habilidades. É difícil porque não quero falar sobre o Bellator ou onde estava anteriormente de uma forma não positiva. Amo o Bellator, amo Scott Coker, amei ter surgido naquela organização, mas é muito difícil fazer uma promo como essa e falar sobre se tornar o melhor lutador do mundo quando você não está lutando contra os melhores lutadores do mundo. Desculpe, o Bellator não tem os melhores lutadores do mundo. Pode haver um ou dois grandes valores dentro dessa organização, mas é apenas a verdade”, declarou o veterano.

Mas se engana quem pensa que Chandler está diminuindo o Bellator. Pelo contrário, o americano reconheceu que a organização foi de extrema importância para sua carreira e revelou ter boa relação com a alta cúpula dela. Contudo, ‘Iron’ reforça a ideia de que, por mais difícil que seja para um lutador sair de uma companhia que valoriza seu trabalho, para concorrer ao posto de melhor do MMA, precisa integrar o UFC, porque é lá que os atletas de alto nível e que as lutas grandiosas se encontram.

“Recebi uma mensagem no meu telefone de Scott Coker agora. Ainda nos falamos e estamos o mais perto possível. Sou muito grato pela minha história na organização, mas é muito difícil pegar um microfone e dizer às pessoas que sou o lutador mais divertido do mundo quando não estou lutando na organização principal. Todos nós podemos admitir e se você não admitir ou você odeia ou não conhece o esporte. O UFC é a principal organização. Os lutadores do UFC são os melhores lutadores do planeta”, concluiu.

Mais em UFC