Siga-nos
Leandro Bernardes/PxImages

UFC

Anderson Silva classifica McGregor como “samurai” e aposta em retorno triunfal ao UFC

Ao longo de sua trajetória no MMA, Conor McGregor conquistou títulos importantes e mais inimigos do que amigos. No entanto, o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) do UFC possui uma boa relação com Anderson Silva, ex-rei do peso-médio (84 kg). ‘Spider’ vai lutar boxe contra Tito Ortiz, neste sábado (11), na Flórida (EUA), mas teve tempo em sua agenda para enviar uma mensagem de apoio ao astro irlandês.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘The Mac Life’, Anderson informou que está na torcida para que McGregor retorne ao UFC com força total e elogiou a postura do mesmo, que se mantém firme e forte durante o momento delicado que atravessa na carreira. Atualmente, ‘Notorious’ se recupera da lesão sofrida na perna durante a trilogia contra Dustin Poirier, realizada em julho, em Las Vegas (EUA). Na ocasião, o irlandês foi nocauteado no primeiro round pelo rival.

Essa não foi a primeira vez que Anderson e McGregor trocaram declarações amistosas de forma pública. Anteriormente, o ex-campeão do peso-médio aconselhou ‘Notorious’ a esquecer os rivais e a focar em sua recuperação. Logo depois, o astro irlandês agradeceu ‘Spider’ pelo apoio. Vale lembrar que, quando ainda atuava pelo UFC, o brasileiro sofreu lesão semelhante a do europeu e tal acontecimento aproximou a dupla.

“É um momento difícil, mas McGregor tem a força mental. Ele é um samurai. Eu acredito que McGregor vai voltar mais forte do que os outros. Eu oro por McGregor, oro por Weidman e acredito que esses caras estarão de volta muito em breve”, apoiou a lenda do MMA.

Anderson Silva, de 46 anos, é um dos lutadores mais celebrados dos esportes de combate. Em seu auge no MMA, o brasileiro marcou época no UFC. ‘Spider’ conquistou o título do peso-médio (84 kg) logo após sua estreia na companhia e o defendeu dez vezes. Não à toa, o veterano é considerado por parte da comunidade das artes marciais mistas o maior nome da história da modalidade. Seus principais triunfos foram diante de Chael Sonnen (duas vezes), Dan Henderson, Demian Maia, Forrest Griffin, Rich Franklin (duas vezes) e Vitor Belfort.

Mais em UFC