Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Amanda Nunes manda recado para adversárias no UFC: “Serei campeã para sempre”

Em cada atuação, Amanda Nunes mostra ter conhecimento do que representa para o MMA feminino e abraça o status que possui, de ser uma das melhores lutadoras de todos os tempos. No UFC 259, evento que acontece neste sábado (6), em Las Vegas (EUA), a campeã do peso-pena (66 kg) vai colocar o cinturão da categoria em jogo pela segunda vez contra Megan Anderson e está confiante de que continuará fazendo história na companhia.

Na coletiva de imprensa pré-UFC 259, Amanda elogiou Megan, mas, ao mesmo tempo, mandou um recado não só para a atual adversária, como também para as demais postulantes aos títulos do peso-galo (61 kg) e do peso-pena. A ‘Leoa’ garantiu que vai seguir como soberana nas duas categorias e avisou Dana White que está aberta para encarar a novos desafios.

Ainda não se sabe qual será o próximo passo da baiana no MMA, mas a imprensa especializada especula que a lutadora poderia anunciar a aposentadoria em breve. Contudo, ao menos na conversa com os jornalistas, Amanda negou o rumor ao expressar o interesse em seguir em atividade.

“Toda luta é diferente. Megan é alta, perigosa, por isso é importante ter uma estratégia. Na primeira troca, se eu encontrar meu ritmo, vou acabar com a luta. Eu gosto de me desafiar. É por isso que escolhi o MMA como meu esporte. Essa é uma luta que me desafia. Tenho que continuar defendendo meus cinturões”, declarou Amanda, antes de completar.

“Daqui para frente, é ver o que vai acontecer nos galos e continuar lutando. Vencerei Megan, com certeza. Sou a campeã e vou continuar com o cinturão para sempre. Dana, o que você quiser fazer com a categoria, se você quiser achar outra lutadora, estarei aqui para defender meu cinturão”, finalizou a ‘Leoa’.

Amanda Nunes alcançou o estrelato ao atuar pelo UFC, porém a brasileira integrou organizações importantes, como Strikeforce e Invicta FC. A baiana estreou pelo maior evento de MMA do mundo em 2013 e só perdeu uma vez, diante de Cat Zingano. Pela companhia, a ‘Leoa’ disputou 14 lutas, venceu 13 e superou nomes do calibre de Cris ‘Cyborg’, Holly Holm, Ronda Rousey, Valentina Shevchenko (duas vezes), entre outras atletas. Não à toa, Amanda é considerada por parte dos fãs como a maior lutadora da história do esporte.

Mais em UFC