Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Adesanya afirma que Whittaker não lida bem com a pressão e aposta em novo nocaute

O UFC ainda não oficializou a aguardada revanche entre Israel Adesanya e Robert Whittaker, mas os tops do peso-médio (84 kg) começaram a se provocar. Curiosamente, o ex-campeão da categoria, que é conhecido no MMA por ser um lutador avesso ao ‘trash talk’, foi quem iniciou os ataques. Sendo assim, o nigeriano, adepto das discussões verbais, respondeu o rival.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘THE FIGHT with Teddy Atlas’, Adesanya não se mostrou surpreso com o ataque de Whittaker, que informou que não gosta dele e o ofendeu. Sendo assim, o campeão do peso-médio fez questão de lembrar da primeira vez que se enfrentaram, em 2019. Na ocasião, ‘The Last Stylebender’ foi até a casa do rival, na Austrália, nocauteou o desafeto no segundo round e se tornou o número um da categoria.

Contudo, antes da luta, Adesanya revelou que Whittaker estava desconfortável e sinalizou que o rival tentava ser outra pessoa. O próprio ‘The Reaper’ admitiu que o ‘trash talk’ feito pelo nigeriano o abalou e o impediu de atuar da forma que está acostumado no octógono. Ao saber disso, ‘The Last Stylebender’ adiantou que o mesmo vai acontecer na possível revanche, uma vez que seu desafeto apresentou problemas para lidar com a pressão. Inclusive, o número um da categoria já zombou do australiano ao declarar que o batizou com o nocaute.

“Estou colocando os dedos de volta no velho ‘Bobby’. Um dos meus caras me enviou um vídeo dele me chamando de pessoa de m**** recentemente. Está acontecendo de novo, exceto que ele perdeu a calma. Ele falou que perdeu a paciência na última luta. Agora é tarde. Ele perdeu a calma agora. Na última luta que antecedeu, ele tentou fingir que estava tudo bem e você pode encontrar entrevistas que eu dizia que ele não estava lidando bem com isso”, analisou Adesanya, antes de completar.

“Quando ele estava de terno, tinha seu pessoal ao redor, estava em seu país natal e parecia o garoto-propaganda, eu disse que Whittaker não é ele mesmo. Ele está me atacando, fazendo memes e tentando agir como se eu fosse o louco. Ele não consegue lidar com o momento. Foi a pressão. 57 mil pessoas naquela arena, naquela noite e eu pude ver a pressão que nele quando estávamos no octógono. Eu pude sentir isso. Me senti como uma cobra e percebi que ele estava apenas sentindo a pressão”, concluiu.

Israel Adesanya e Robert Whittaker possuem história no peso-médio do UFC e são considerados atletas diferenciados por parte da comunidade do MMA. Suas posições no ranking da categoria provam isso, já que o nigeriano é campeão e o australiano se encontra logo abaixo, no primeiro lugar. Como ‘The Last Stylebender’ e ‘The Reaper’ seguem em destaque na divisão, Dana White cogita oficializar a revanche entre os rivais para a sequência dos eventos.

Mais em UFC