Siga-nos
Natassia del Frate/PxImages

UFC

Abatido, campeão dos penas lamenta não lutar contra Brian Ortega no UFC 260

Alexander Volkanovski foi mais uma vítima da COVID-19. O lutador estava escalado para realizar a aguardada luta contra Brian Ortega, válida pelo cinturão do peso-pena (66 kg) no UFC 260, evento que acontece no dia 27 de março, em Las Vegas (EUA), porém testou positivo para o vírus e o combate foi cancelado. Assim como a comunidade do MMA, o campeão da categoria lamentou profundamente a situação.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Volkanovski confessou estar decepcionado por não enfrentar Ortega. O campeão do peso-pena admitiu que foi pego de surpresa por testar positivo para a COVID-19, uma vez que respeitou as medidas de segurança no combate ao vírus e realizou sua preparação sem qualquer tipo de problema.

Vale lembrar que Brad Riddell, companheiro de treino de ‘The Great’, foi impedido de lutar no UFC Vegas 22, atração realizada no último sábado (20), também devido ao protocolo de proteção contra a COVID-19. Inclusive, a imprensa especializada especula que, como o campeão da categoria teve contato com o atleta, isso possa ter ocasionado o problema. De qualquer forma, Volkanovski se colocou à disposição para remarcar o duelo contra Ortega.

“Estou tão arrasado em compartilhar que eu testei positivo para a COVID-19. Minha luta foi cancelada e será remarcada. Eu testei negativo saindo da Austrália, negativo antes de chegar ao UFC, mas meu último teste foi positivo. Trabalhamos tanto nos preparando para essa luta e estou absolutamente desapontado que isso tenha acontecido”, escreveu o campeão em sua conta oficial no ‘Instagram’.

“Seguimos todas as políticas e processos para nos mantermos livres, mas não era para ser desta vez. Obrigado a todos aqui nos Estados Unidos pelo apoio desde a minha chegada e a todos ao redor do mundo por suas mensagens positivas. Aos meus fãs, tenho certeza de que voltarei mais forte do que nunca”, concluiu.

O cancelamento da luta contra Brian Ortega chocou Alexander Volkanovski. Nas entrevistas, o campeão do peso-pena do UFC esbanjava confiança para realizar sua segunda defesa de cinturão e prometeu mostrar a diferença que existe entre o número um da categoria para os demais competidores dela. Agora, ‘The Great’, de 31 anos e invicto na companhia, foca em sua recuperação para encarar o adversário na sequência.

Mais em UFC