Siga-nos

Suspensão Médica

Miocic escapa de longa suspensão médica e pega 60 dias de gancho após UFC 260

Apesar do nocaute sofrido por Stipe Miocic ter sido impressionante, o agora ex-campeão dos pesos-pesados não recebeu uma longa suspensão médica após o UFC 260, realizado no último sábado (27), em Las Vegas (EUA). O veterano lutador americano, de 38 anos, pegou apenas dois meses de gancho preventivo e poderá voltar aos octógonos, caso seja de sua vontade, a partir do final do mês de maio.

Alvo dos potentes ataques do camaronês Francis Ngannou, na luta principal do UFC 260, Miocic caiu já desacordado – e com a perna esquerda presa no chão, o que muitas vezes causa lesões nos ligamentos dos atletas – após um forte cruzado de esquerda do rival no segundo round da disputa. Sem consciência, o americano ainda recebeu mais um golpe antes que o árbitro central, Herb Dean, pudesse interromper a luta.

A forma como o veterano foi finalizado criou a expectativa de que ele poderia receber um gancho médico ainda mais longo, que o deixaria de fora de ação potencialmente por até seis meses. Mas não foi este o caso. Em compensação, cinco atletas presentes no card do evento liderado pela luta entre Miocic e Ngannou foram suspensos preventivamente por 180 dias, por precauções médicas.

Os lutadores que precisarão de liberação médica para retornar antes dos seis meses de gancho previsto são: Gillian Robertson, Jamie Mullarkey, Fabio Cherant, Omar Morales e Shane Young. Já os dois brasileiros que competirão no UFC 260, Vicente Luque e Thoamas Almeida, escaparam receberam leves suspensões, de 21 e 60 dias, respectivamente. As informações foram obtidas através do site ‘MixedMartialArts.com’.

Confira a lista de suspensões médicas do UFC 260:

Francis Ngannou: suspenso por 30 dias;
Stipe Miocic: suspenso por 60 dias;
Vicente Luque: suspenso por 21 dias;
Tyron Woodley: suspenso por 45 dias;
Sean O’Malley; suspenso por 21 dias;
Thomas Almeida: suspenso por 60 dias;
Miranda Maverick: sem suspensão;
Gillian Robertson: suspensa por 180 dias, ou até receber liberação médica;
Jamie Mullarkey: suspenso por 180 dias, ou até receber liberação médica;
Khama Worthy: suspenso por 45 dias;
Alonzo Menifield: sem suspensão;
Fabio Cherant: suspenso por 180 dias, ou até receber liberação médica;
Abubakar Nurmagomedov: sem suspensão;
Jared Gooden: suspenso por 30 dias;
Michal Oleksiejczuk: sem suspensão;
Modestas Bukauskas: suspenso por 30 dias;
Omar Morales: suspenso por 180 dias, ou até receber liberação médica;
Shane Young: suspenso por 180 dias, ou até receber liberação médica;
Marc-Andre Barriault: suspenso por 30 dias;
Abu Azaitar: suspenso por 60 dias.

Mais em Suspensão Médica