Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Suspensão Médica

Deiveson recebe suspensão médica de um mês após perder cinturão no UFC 263

Deiveson Figueiredo passou por maus bocados antes, durante e depois do UFC 263. O brasileiro assustou seus fãs ao se apresentar em preocupante estado de saúde na coletiva de imprensa e, na pesagem, foi o último atleta a passar pela balança. Já no octógono, em luta realizada no último sábado (12), no Arizona (EUA), o ‘Deus Da Guerra’ foi finalizado por Brandon Moreno e viu seu rival se tornar campeão do peso-mosca (57 kg). Contudo, as más notícias não param por aí.

Na última quarta-feira (16), o site ‘MixedMartialArts.com’, responsável por divulgar a lista com as suspensões médicas dos eventos, atualizou o estado de saúde de cada atleta que participou do UFC 263 e o relatório indicou que Deiveson está impedido de voltar aos treinos e lutar por 30 dias.

O motivo que causou o afastamento foi a intensidade da batalha entre o brasileiro e Moreno. Tanto que o mexicano, que se tornou campeão do peso-mosca, recebeu uma suspensão de seis meses pela lesão sofrida no pé direito e, para voltar antes do programado, terá que ser autorizado por um médico.

Além do mexicano, outros dois atletas ficarão afastados de suas atividades por 180 dias. São eles: Jamahal Hill e Terrance McKinney. O prodígio dos meio-pesados (93 kg) foi finalizado no primeiro round por Paul Craig, e deslocou o cotovelo.

Já o integrante do peso-leve (70 kg) estreou de forma impactante ao nocautear Matt Frevola em apenas sete segundos, porém machucou o joelho direito. Ambos terão que ser liberados por um profissional.

Confira a lista de suspensões médicas do UFC 263:

Jake Collier: suspenso por 30 dias;

Carlos ‘Boi’: suspenso por 45 dias devido a laceração do olho direito;

Luigi Vendramini: suspenso por 30 dias;

Fares Ziam: suspenso por 30 dias;

Steven Peterson: suspenso por sete dias;

Chase Hooper: suspenso por sete dias;

Terrance McKinney: suspenso por 180 dias ou até que o joelho direito seja liberado por um médico;

Matt Frevola: suspenso por 45 dias;

Alexis Davis: suspensa por 30 dias;

Pannie Kianzad: suspensa por 30 dias;

Hakeem Dawodu: suspenso por 14 dias;

Movsar Evloev: suspenso por sete dias;

Joanne Calderwood: suspensa por 30 dias;

Lauren Murphy: suspensa por 45 dias devido a laceração da sobrancelha direita;

Darren Stewart: suspenso por 14 dias;

Eryk Anders: suspenso por sete dias;

Brad Riddell: suspenso por 45 dias devido a múltiplas lacerações;

Drew Dober: suspenso por 45 dias devido a duas lacerações; precisa de autorização médica devido a problemas no quadril;

Jamahal Hill: suspenso por 180 dias ou até que o cotovelo esquerdo seja liberado por um médico;

Paul Craig: suspenso por sete dias;

Belal Muhammad: suspenso por 30 dias devido a múltiplas lacerações.

Demian Maia: suspenso por 30 dias;

Nate Diaz: suspenso por 45 dias devido a múltiplas lacerações;

Leon Edwards: suspenso por 30 dias;

Brandon Moreno: suspenso por 180 dias ou até que o pé direito seja liberado por um médico;

Deiveson Figueiredo: suspenso por 30 dias;

Marvin Vettori: suspenso por 30 dias;

Israel Adesanya: suspenso por sete dias.

Mais em Suspensão Médica