Siga-nos
Alejandro Salazar/PxImages

Salários

UFC 278: Aldo é segundo mais bem pago e Borrachinha recebe menos que rival

Diferentemente do que acontece quando o UFC promove eventos em certas localidades, os salários pagos aos atletas presentes na edição de número 278, realizada no dia 20 de agosto, foram divulgados publicamente pela Comissão Atlética de Utah, entidade responsável por regular o show. Entre os brasileiros da atração, José Aldo foi o segundo mais bem pago de todo o card, enquanto Paulo ‘Borrachinha recebeu menos que seu adversário. A lista com os valores foi obtida pelo site ‘MMA Junkie’.

O brasileiro José Aldo, ex-campeão peso-pena (66 kg), levou para casa o segundo maior salário do UFC 278. O manauara, que foi derrotado por Merab Dvalishvili no card principal do evento, embolsou 400 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões).

Responsáveis pelo co-main event da noite, o ex-campeão peso-médio (84 kg) Luke Rockhold e o brasileiro Paulo ‘Borrachinha’ são dois dos muitos atletas que, abertamente, já criticaram a falta de valorização salarial por parte do Ultimate. Os rivais de divisão subiram no octógono do UFC 278, em agosto, e travaram uma verdadeira guerra na trocação, com o mineiro levando a melhor na decisão unânime dos juízes.

Pela vitória, Borrachinha embolsou 130 mil dólares (cerca de R$ 680 mil), com metade deste valor sendo garantido apenas após o seu triunfo. Já o veterano Rockhold, que anunciou sua aposentadoria após o combate, recebeu 200 mil dólares (aproximadamente R$ 1 milhão) por sua apresentação, independentemente do resultado final do confronto.

Vale lembrar que o brasileiro, que reclama de falta de atualização no valor que recebe atualmente na organização, possui apenas mais uma luta prevista em seu contrato com o UFC e já avisou que pretende testar o mercado de ‘agente livre’, ouvindo propostas de outras organizações. Borrachinha também cogita uma possível experiência no boxe, onde as bolsas pagas aos lutadores são mais atrativas.

Já os protagonistas da luta principal do UFC 278 embolsaram valores mais polpudos. O agora ex-detentor do cinturão peso-meio-médio (77 kg) Kamaru Usman levou para casa 500 mil dólares (perto de R$ 2,6 milhões). Enquanto isso, seu algoz, o inglês Leon Edwards, que venceu o nigeriano restando menos de um minuto para o fim do combate, sagrando-se campeão da categoria, recebeu 350 mil dólares (cerca de R$ 1,8 milhão) pelo combate, sem bônus de vitória.

Confira a lista de salários do UFC 278:

Leon Edwards: 350 mil dólares
Kamaru Usman: 500 mil dólares
Paulo ‘Borrachinha’: 130 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 65 mil dólares)
Luke Rockhold: 200 mil dólares
Merab Dvalishvili: 198 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 99 mil dólares)
José Aldo: 400 mil dólares
Lucie Pudilova: 48 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 24 mil dólares)
Wu Yanan: 20 mil dólares
Tyson Pedro: 86 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 43 mil dólares)
Harry Hunsucker: 12 mil dólares
Marcin Tybura: 240 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 120 mil dólares)
Alexander Romanov: 36 mil dólares
Jared Gordon: 94 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 47 mil dólares)
Léo Santos: 44 mil dólares
Sean Woodson: 24 mil dólares
Luis Saldana: 14 mil dólares
Ange Loosa: 24 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 12 mil dólares)
AJ Fletcher: 10 mil dólares
Amir Albazi: 32 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 16 mil dólares)
Francisco Figueiredo: 14 mil dólares
Aori Qileng: 24 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 12 mil dólares)
Jay Perrin: 12 mil dólares
Victor Altamirano: 20 mil dólares (incluindo bônus de vitória de 10 mil dólares)
Daniel ‘Miojo’: 10 mil dólares

Mais em Salários