Pedro Munhoz recebe Frankie Edgar na categoria dos galos – Felipe Paranhos

No próximo dia 15 de julho, Pedro Munhoz terá pela frente um dos maiores desafios de sua carreira, ao enfrentar Frankie Edgar na co-luta principal da segunda edição do UFC na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. O duelo, no entanto, poderia ser ainda mais especial, já que, de acordo com o brasileiro, o ex-campeão peso-leve (70 kg) do Ultimate rejeitou a proposta para liderar o show e optou pela luta anterior ao main event.

Em entrevista exclusiva à Ag. Fight (veja abaixo ou clique aqui), Pedro revelou que a decisão do adversário passou pela diferença de rounds programados para cada confronto. Caso aceitasse fazer parte da luta principal do evento, Edgar poderia ter pela frente uma luta de cinco assaltos logo em sua estreia no peso-galo (61 kg), enquanto no co-main event a peleja está programada para ter no máximo três períodos. Apesar da menor visibilidade, Munhoz se mostrou conformado com a mudança e afirmou que, de qualquer forma, sua preparação não seria afetada.

“Nós íamos lutar no dia 11 de julho, mas como esse card lotou bem rápido, eles jogaram a gente para o dia 15 de julho. Supostamente nós tivemos a oportunidade de lutar no main event, mas acredito que por ser a primeira vez que o Frankie desce para a categoria galo, ele não quis se expor a lutar cinco rounds. Ele lutou isso quase a carreira inteira, (mas) ele optou por fazer três rounds. Entendo a decisão dele, primeira vez baixando para essa categoria. Então, agora nós vamos ser o co-main event. Que bom que a luta deu certo. É um nome bem grande e é o que eu pedi para o UFC, eu pedi os maiores nomes possíveis, e os caras me deram o Frankie Edgar. Então, eu me senti bem honrado e bem feliz por ter essa oportunidade de lutar com uma lenda viva do esporte”, revelou Pedro Munhoz, antes de comentar sobre sua preparação.

“Eu acredito que não faria diferença no camp nem na estratégia (se a luta fosse de cinco rounds). Eu sempre treino para fazer cinco rounds, mesmo lutando três rounds. O mínimo de rounds que eu faço (nos treinos) sempre são quatro, rounds bem intensos. Então, não faria muita importância para mim. Seria uma oportunidade boa fazer parte da luta principal, mas não foi dessa maneira e é assim que tinha que ser”, concluiu.

Atual sétimo colocado no ranking dos galos, Pedro Munhoz teve sua sequência de três vitórias interrompida em sua última batalha, quando foi superado por Aljamain Sterling, no UFC 238. Por sua vez, Frankie Edgar desce de categoria após somar duas derrotas consecutivas, além de algumas disputas de cinturão mal sucedidas. O veterano, ex-campeão dos leves, busca desde 2012 conquistar novamente um título do Ultimate e deve jogar suas fichas na nova divisão.

A segunda edição do UFC na ‘Ilha da Luta’, que será realizada no dia 15 de julho, terá na luta principal o confronto entre os pesos-penas Dan Ige e Calvin Kattar. Além é claro do duelo entre Pedro Munhoz e Frankie Edgar, válido pelo co-main event da noite.