Siga-nos
Divulgação/Bellator

Notícias

Velho conhecido, estrela do Bellator aposta em vitória de Glover sobre Blachowicz

A luta entre Glover Teixeira e Jan Blachowicz, campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, não é aguardada apenas pelos fãs brasileiros. O encontro dos veteranos é o ‘main event’ da edição de número 267, que acontece no dia 30 de outubro, em Abu Dhabi (EAU), vale o título da categoria e desperta a curiosidade de atletas até mesmo do Bellator, organização rival. Tanto que Corey Anderson analisou o duelo que envolve seus velhos conhecidos.

Atualmente, o americano se prepara para medir forças com Ryan Bader pela semifinal do GP dos meio-pesados do Bellator, que acontece neste sábado (16), no Arizona (EUA), mas, como acompanha o MMA, admite estar na expectativa para o embate entre os veteranos que conhece muito bem. Em seus tempos de UFC, Corey enfrentou Blachowicz em duas oportunidades, Glover uma vez e, de certa forma, pode se gabar dos resultados.

Em 2015, ‘Overtime’ dominou o campeão dos meio-pesados do UFC e, para dois dos três juízes laterais, chegou a aplicar 10×8 no adversário em mais de um round. Na revanche, realizada em 2020, o polonês deu o troco e nocauteou o algoz no primeiro assalto. Por outro lado, o americano encarou o desafiante ao título da categoria, em 2018, e o controlou durante os 15 minutos de luta. Com a propriedade de quem já sentiu na pele a força dos veteranos, Corey deu pequena vantagem para Glover contra Blachowicz pelo fato de apresentar um diferencial.

“Acho que Glover vence. Todos estão falando sobre do poder polonês, mas Glover tem coração e todos nós vimos Glover resistir quando é atacado. Eu dei knockdown nele, ‘Marreta’ deu knockdown, todos com quem ele lutou o abalaram. Até meu amigo, Karl Roberson, que é médio, o abalou”, analisou o americano em entrevista ao site ‘BJ Penn’, antes de completar.

“Glover é tão bom em resistir à tempestade que, quando se recupera, volta forte. Mesmo que Blachowicz o acerte rápido, não o vejo nocauteando. A única pessoa que o nocauteou de forma impressionante foi Anthony Johnson. Fora isso, ele sempre volta para nocautear ou finalizar e acho que isso vai acontecer de novo”, concluiu.

Corey Anderson, de 32 anos, iniciou sua trajetória no MMA em 2013, venceu o TUF 19 e não demorou para figurar entre os melhores meio-pesados do esporte. Em seus tempos de UFC, o americano integrou o top-5 da categoria e, ao assinar com o Bellator, continuou mantendo o alto nível e se tornou um dos principais nomes da organização. Na modalidade, ‘Overtime’ venceu 15 lutas, perdeu cinco vezes e seus triunfos de maior importância foram sobre Glover Teixeira, Jan Błachowicz e Johnny Walker.

Mais em Notícias