Siga-nos
Diego Ribas/ PXImages

Notícias

UFC demite lutador que ajudou a furar ‘bolha de segurança’ em Abu Dhabi

Após meses de estudo para a criação de uma zona de segurança em Abu Dhabi (EAU), o UFC fez do país no Oriente Médio sua sede para receber atletas que enfrentaram problemas para entrar nos EUA devido às restrições impostas pela pandemia da COVID-19. Nesta sexta-feira (22), porém, um caso de irresponsabilidade culminou com o corte de um dos lutadores escalados para o card deste sábado.

O alemão de ascendência marroquina Ottman Azaitar fez parte de um esquema que, através da reutilização de pulseiras entregues apenas aos atletas e equipes que passaram nos exames de COVID-19, permitiu a entrada de um intruso no hotel dos atletas. Desta forma, a ‘bolha’ de segurança foi rompida, colocando em risco todos os presentes.

“Ele e seu time cortaram as pulseiras, deram para alguém que estava fora da ‘bolha’. Eu nem sei como eles fizeram isso. Esse cara as colou, entrou aqui com uma mala, entrou em um quarto, pulou por quatro sacadas e entrou no quarto do Omar, deixou a mala e trocou suas roupas. Depois foi embora”, narrou Dana White em conversa com a reportagem do canal britânico ‘BTS Sports’.

Visivelmente contrariado com a atitude do atleta, o presidente do evento não demorou para, na mesma entrevista, confirmar que o peso-leve (70 kg) foi sumariamente demitido da organização e vetado de se apresentar sequer para a pesagem do show.

“Quando o segurança tentou parar ele, ele não parou. Mas, sim, ele está fora. Ele não é mais um lutador do UFC e não vai lutar neste sábado”, finalizou Dana White.

Escalado para encarar Azaitar no UFC 257, Matt Frevola agora medirá forças contra Arman Tsarukyan. A mudança de última hora foi possível porque Nasrat Haqparas, oponente original do atleta russo, enfrentou problemas com seu corte de peso e foi retirado do evento.

Mais em Notícias