Siga-nos
Diego Ribas/PXImages

Notícias

Treinador cita perigos de Thompson, mas aposta em grande atuação de ‘Durinho’

No próximo dia 10 de julho, Gilbert ‘Durinho’ vai voltar a pisar no octógono. Depois de ser derrotado por Kamaru Usman e perder a chance de ser campeão dos meio-médios (77 kg), o brasileiro tem mais um teste de fogo pela frente para se recuperar na organização. O atleta natural de Niterói (RJ) encara Stephen Thompson, no UFC 264, em Las Vegas (EUA) e toda sua equipe já destacou os perigos do seu adversário.

Em novembro de 2019, Thompson derrotou Vicente Luque, também atleta da Sandford MMA, equipe em que ‘Durinho’ treina. Por isso, Henri Hooft, treinador principal do time, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, adiantou o conhecimento de todo o jogo do americano e fez elogios. Entretanto, apesar de ter consciência das armas do também ex-desafiante ao título da divisão, o profissional exaltou o foco e as qualidades do brasileiro.

“É muito difícil se preparar para Stephen Thompson. Já lutamos uma vez com o Vicente Luque, que é um stiker muito bom e ele aprendeu muito nessa luta. É um estilo muito difícil. Ele é tecnicamente muito, muito habilidoso. Ele tem boa movimentação, olhos muito bons.  Se ele treinou bem e está bem preparado, a gente vai ter uma luta péssima. Se não, Gilbert pode nocauteá-lo, pode sufocá-lo, pode fazer tudo”, disse, emendando.

“Gilbert é um dos caras que mais trabalham na minha academia. Ele estará pronto para lutar. Talvez algumas pessoas pensem que viram o melhor dele e ele perdeu para Kamaru, mas acho que não. Acho que Gilbert está muito motivado e ainda pronto para subir essa escada e lutar contra Stephen Thompson, que muita gente não quer lutar, mas Gilbert quer lutar com todo mundo, então estou feliz”, completou.

No Ultimate desde 2014, Gilbert ‘Durinho’ atravessou seu melhor momento na organização de 2018 a 2020, quando engatou uma sequência de seis vitórias seguidas, incluindo sobre nomes como Tyron Woodley, ex-campeão da categoria, e Demian Maia.

Mais em Notícias