Siga-nos

Notícias

Sonnen sugere que Jon Jones adote postura de vilão definitivamente: “A máscara caiu”

Jon Jones tem colecionado polêmicas fora dos octógonos do UFC – Diego Ribas/PxImages

Se existe um especialista em atuar como o vilão do MMA para promover seu nome, esse alguém é Chael Sonnen. Por isso, deve-se levar em conta sua mais recente declaração – feita ao ‘Submission Radio’ -, em que ponderou que Jon Jones deveria assumir de vez o papel de ‘bad boy’ do UFC, especialmente após sua mais recente prisão.

Irônico, Sonnen citou os problemas com a lei do campeão meio-pesado (93 kg) do UFC, além de sua postura como um todo fora dos octógonos, para demonstrar que ‘Bones’ já está começando a seguir por esse caminho, faltando apenas que ele abrace de uma vez por todas a ideia de ser o vilão. De acordo com o ex-lutador, Jones deveria abandonar as tentativas de servir como exemplo e assumir o personagem de ‘bad boy’, ao menos pela valorização promocional de sua carreira.

“A máscara caiu. O mundo já sabe há algum tempo que ele é um canalha. Mas agora que ele finalmente está em contato com quão sujo ele é, e agora ele está lançando entrevistas, ele está indo em direção a isso. Veja, do ponto de vista de simpatia e civilidade, ok, vá em frente e questione o caráter de Jon Jones. Estou falando do ponto de vista do marketing e da promoção. Ele está fazendo tudo certo”, declarou Sonnen, antes de completar.

“Ele foi descoberto. Todo mundo sabe. Você estava no ‘TMZ’ algemado, chorando sobre: ‘Eu quero ir para casa e ficar com meus filhos’. Cara, são duas da manhã, e você está atirando com armas enquanto dá cavalo de pau em um estacionamento bêbado de tequila. Seus filhos ainda estão acordados, seu vagabundo? O fato que ele chegaria a esse nível de canalha – apenas siga com isso, apenas seja um canalha”, ironizou o ex-lutador do UFC, de acordo com a transcrição do site ‘MMA Junkie’.

Chael Sonnen e Jon Jones estiveram próximos ao atuarem como treinadores da 17ª edição do reality show ‘The Ultimate Fighter’ (TUF) e terminaram se enfrentando pelo cinturão dos meio-pesados em 2013, com vitória para ‘Bones’ por nocaute técnico ainda no primeiro round. Aberto quanto a utilização de substâncias ilegais para aumento de desempenho durante sua carreira, o ex-lutador aproveitou para afirmar que tinha certeza que seu adversário – que depois foi flagrado em vários exames antidoping – também estava dopado no combate.

“O que saltou aos olhos na luta? Eu lembro que Jon e eu nos agarramos no bem no início, e eu lembro que foi como um Volvo e um caminhão Mack, e ele me empurrou por todo o octógono e minhas costas até atingiram o cage, e eu me lembro de pensar quando bateu: ‘Eu estou em uma noite ruim agora’. Quer dizer, eu tinha mais suco concentrado (anabolizantes) do que Tropicana para aquela luta, e ele ainda me empurrou por aí”, relembrou Sonnen, antes de continuar.

“Então, eu lembro quando ele me empurrou por aí, eu falei: ‘Eu sei o seu segredo, Jon’. E foi mais ou menos um ano depois quando ele falhou em mais testes antidoping do que eu – o que na verdade me decepciona. Eu tinha o recorde. Jon tinha que tirar tudo de mim, incluindo isso. Mas eu me lembro quando nós nos agarramos pela primeira vez, eu sabia o que eu estava fazendo (se dopando), e eu era o cara que estava sendo empurrado por aí. Eu também sei o que ele estava fazendo”, provocou o americano.

Mais em Notícias