Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Próximo adversário de Aldo detona promessa do UFC: “É um McGregor feito na China”

O ‘trash talk’ no MMA é uma tática adotada por muitos atletas para se destacarem dos demais e muitas vezes um bom desempenho na oratória funciona mais do que vencer nos ringues. Chael Sonnen, Conor McGregor, Michael Bisping e Tito Ortiz confirmam isso, mas não são todos que conseguem trilhar o mesmo caminho. Sean O’Malley foi um exemplo disso. Quando enfrentou Marlon Vera, em agosto, a promessa do peso-galo (61 kg) do UFC provocou, questionou a qualidade do adversário e acabou nocauteado no primeiro round. O triunfo fez o equatoriano avançar na companhia e sua próxima missão será no UFC Vegas 17. No evento que acontece neste sábado (19), em Las Vegas (EUA), ‘Chito’, como o atleta é conhecido, encara José Aldo, no duelo mais importante de sua carreira, mas ainda não esqueceu dos ataques que sofreu na luta anterior.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, Vera relembrou da postura de O’Malley antes e depois do combate e fez duras críticas. O equatoriano ofendeu o desafeto e o chamou de falso, pois age como se fosse Conor McGregor, mas está longe de alcançar a estrela irlandesa em todos os sentidos. Ao saber que, O’Malley ainda não aceitou a derrota, ‘Chito’ não perdoou e deu uma lição de moral.

“Não há muito dinheiro na revanche. Primeiro, ele não é Conor McGregor. Conor ou Nate Diaz, isso é dinheiro. Quem quer que lute contra Conor, vai ganhar dinheiro. O’Malley é apenas uma versão inferior de Conor, é uma versão chinesa dele. Ele foi feito na China, é falso! Há apenas um Conor McGregor. Existe apenas um ‘Chito’ Vera. Só existe um José Aldo. Uma vez que você tenta ser outra pessoa, você nunca será você mesmo e nunca será capaz de se tornar o que deseja ser. O cara é um bebê chorão! Uma vez v****, sempre v****! Eu não me importo. Ele estava falando muita besteira, mas se não pode fazer o que diz, é melhor mudar seu estilo”, decretou Vera.

O nocauteado aplicado por Marlon Vera em Sean O’Malley, no primeiro round, representou sua sexta vitória nas últimas sete lutas disputadas e o levou para a 15ª posição no ranking do peso-galo. Em contrapartida, a primeira derrota na carreira retirou O’Malley do ranking e, ao que parece, a promessa não lidou bem com o revés. Ao ser entrevistado ou até mesmo em suas redes sociais, o lutador ainda se considera invicto e garante ser melhor do que o rival, mesmo tendo sido superado pelo mesmo de forma clara.

Mais em Notícias