Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Pettis cita Anderson para justificar saída do UFC: “Ver como ele acabou me fez refletir”

Quando Anthony Pettis anunciou que o encontro com Alex Morono, válido pelo UFC Vegas 17, evento que encerrou as atividades da organização na atual temporada, era a última luta em seu contrato, boa parte dos fãs começou a especular sobre o futuro do atleta no esporte. A revelação feita por Dana White de que a companhia vai passar por uma transformação em seu plantel e a liberação dos renomados Anderson Silva e Yoel Romero de seus contratos mostraram aos atletas que todos correm riscos e, ao perceber esse cenário, o ex-campeão do peso-leve (70 kg) se antecipou. ‘Showtime’, como o lutador é conhecido, imediatamente assinou com o PFL e explicou sua decisão.

Em entrevista ao site ‘South China Morning Post’, Pettis revelou que um dos motivos que pesou para sua saída do UFC foi o que aconteceu com Anderson Silva na reta final de sua carreira. Se no passado o brasileiro foi apontado como o melhor lutador da história do esporte e visto como um dos símbolos da companhia, atualmente, aos 45 anos e derrotado nos últimos três combates, o ex-campeão do peso-médio (84 kg) encontra dificuldade para assinar com outras organizações. O norte-americano lamentou o atual momento de ‘Spider’, pois ele é um de seus ídolos e contou que abriu mão do histórico que possui na empresa para não ter o mesmo destino.

“Não estou tentando fazer isso soar mal, mas Anderson Silva é um dos meus ídolos e ver como ele acabou no UFC me fez refletir. Fiquei tipo: ‘Sabe, acho que é hora de mudar e acender aquele fogo de novo’. Quero encontrar novos objetivos e uma nova competição. Foi um momento perfeito com o fim do meu contrato com o UFC”, declarou Pettis.

Depois de muito tempo, Anthony Pettis, de 33 anos, vive seu melhor momento no esporte. ‘Showtime’ se recuperou das duas derrotas seguidas ao vencer Donald Cerrone e Alex Morono na atual temporada e a boa fase foi determinante para assinar com o PFL. Além dos valores do novo contrato, o ex-campeão do peso-leve do UFC revelou que foi seduzido pelo formato de torneio e pela possibilidade de liderar a categoria novamente em um período de um ano.

Mais em Notícias