Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Masvidal reconhece risco de McGregor em pé, mas garante que Poirier está preparado

A aguardada trilogia entre Conor McGregor e Dustin Poirier se aproxima e com ela, diversas personalidades do MMA analisam a disputa válida pelo peso-leve (70 kg), que é o ‘main event’ do UFC 264, que acontece neste sábado (10), em Las Vegas (EUA). Após Dana White, Georges St-Pierre, Khabib Nurmagomedov, Michael Bisping, entre outros opinarem sobre o confronto, chegou a vez de Jorge Masvidal fazer o mesmo.

Ao participar do programa ‘Betting Preview’, no canal oficial do UFC no ‘YouTube’, o top dos meio-médios (77 kg) garantiu que Poirier, seu parceiro de treino na ‘American Top Team’, está preparado para o terceiro e último capítulo da rivalidade com McGregor. Inclusive, o detentor do cinturão ‘BMF’ da companhia admitiu que ficou surpreso com a rapidez com que ‘The Diamond’ entrou em forma para o duelo.

“Poirier está em uma forma fenomenal. Estou com ele desde o início do camp. Ele entrou em forma e não estava brincando. Ele sabia que a terceira luta aconteceria em algum momento. Não é como se ele tivesse ido para casa, dado uma folga. Ele voltou fazendo cinco rounds. Normalmente, o vejo progredir e ele fica melhor a cada semana. Ele entrou em forma para a luta na primeira semana e está fenomenal. Ele vai machucar alguém”, relatou ‘Gamebred’.

Ao mesmo tempo que enalteceu Poirier, Masvidal mostrou respeito por McGregor e admitiu que o astro irlandês é um dos atletas de MMA mais perigosos nos primeiros minutos de luta. Vale lembrar que, no passado, o UFC cogitou realizar uma combate entre os representantes da ‘American Top Team’ e da ‘SBG Ireland’.

Na época, os profissionais trocaram provocações de forma pública, porém as partes não chegaram a um acordo para a realização do combate. Mesmo assim, o americano ressaltou que ‘Notorious’ é um striker técnico e preciso, porém assegurou que ‘The Diamond’ está preparado para vencer o rival novamente.

“Acho que Conor acha o tempo melhor do que ninguém, é mais rápido do que qualquer um. Se ele não conseguir achar o tempo imediatamente, Poirier terá que se mover, chutar suas pernas e apostar no wrestling e no grappling. Afaste Conor disso, porque ele é um dos melhores no início. Conor é um velocista de 100 jardas e está acertando golpes na sua cara imediatamente. Acho que Dustin estará mais do que pronto para isso. Ele o enfrentou duas vezes e tem muitas estratégias. Ele sabe o quão rápido ele pode achar o tempo. Não acho que Conor vai pegá-lo de surpresa, mesmo em pé, mas é um dos maiores pontos fortes de dele”, concluiu.

A trilogia entre Conor McGregor e Dustin Poirier reúne dois atletas de alto nível, populares e é um encontro rentável para todas as partes. A história entre a dupla se iniciou em 2014. Na primeira luta, disputada no peso-pena (66 kg), o clima entre os profissionais era hostil e o irlandês nocauteou ‘The Diamond’ em menos de dois minutos. Na revanche, realizada em janeiro e válida pelo peso-leve, o americano deu o troco em ‘Notorious’ da mesma forma, em duelo que ficou marcado pelo respeito entre as partes.

Mais em Notícias